Sábado, 23 de Janeiro de 2021
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Em dez meses, homicídios consumados caíram mais de 40% em Araguari

sáb, 5 de dezembro de 2020 10:48

Da Redação

Índices voltaram a crescer com as últimas mortes no município

Gráfico Homicídios

Gráfico Homicídios

De janeiro a outubro deste ano, Araguari apresentou uma redução de 44,44% nos homicídios consumados, segundo dados obtidos pelo jornal Gazeta do Triângulo junto à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp-MG).

Entre janeiro e outubro de 2019, foram registrados 18 homicídios consumados no município. Em 2020, no mesmo período, foram dez ocorrências dessa natureza, conforme os números oficiais levantados pela Sejusp.

A reportagem levantou que nos homicídios ocorridos em dez meses, não foram computadas duas situações em que houve trocas de tiros com policiais. Atualizando as informações, contando as últimas quatro mortes, Araguari contabiliza 16 homicídios consumados até o momento em 2020.

Ainda conforme a Sejusp, de 2012 para cá, 172 pessoas foram assassinadas no município, sendo 29 somente em 2017, 23 em 2015 e 23 em 2018. O ano com menor número de crimes dessa natureza foi 2016, com 15 ocorrências.

 

Homicídios CONSUMADOS – Janeiro a OUTUBRO

 

2020 – 10 Casos

2019 – 18 Casos

2018 – 19 Casos

2017 – 20 Casos

2016 – 11 Casos

2015 – 17 Casos

2014 – 18 Casos

2013 – 14 Casos

2012 – 15 Casos

 

OS CRIMES DO ANO (*)

 

2 de dezembro – Reinaldo Sícari Neto, 42 anos, morto com uma facada nas costas em um hotel na praça da Constituição, região central. O suspeito foi preso e confessou a autoria do crime.

 

29 de novembro – Yuri de Almeida Ávila Piqui, 19 anos, morto a tiros na porta de um bar, no cruzamento das ruas Guanabara e Carajás, bairro Amorim.

 

26 de novembro -  Ruan Gabriel Dias, 23 anos, morto a tiros numa mata, na rua Michel Kalaf, bairro Bosque.

 

4 de outubro – Vitor Antônio Pereira Silva, 20 anos, atropelado por um condutor embriagado na rua Nader Cury, Centro. Ficou internado em Uberlândia e faleceu no dia 9 de novembro. O suspeito foi indiciado.

 

29 de setembro – Rivelino Batista Pereira, 50 anos, agredido a golpes de arma branca numa propriedade rural na região dos Verdes, pouco depois do bairro Portal dos Ipês. O falecimento ocorreu no dia 6/10.

 

4 de setembro – César Peixoto Alves, 55 anos, morto com um tiro na cabeça, numa estrada rural nas proximidades do bairro Bela Suíça.

 

3 de setembro – José Porcidonio dos Santos, 47 anos, levou vários golpes na cabeça, no bairro Novo Horizonte. Autor foi identificado, mas desapareceu.

 

30 de agosto – Denílson Ferreira da Silva, 37 anos, conhecido como Patrola, levou sete facadas, que atingiram as costas, braços, peito e cabeça, falecendo no local dos fatos, no bairro Vieno. Um suspeito foi identificado.

 

25 de julho – Cleuber Martins de Oliveira, 42 anos, foi morto a facadas na rua Circular, região do bairro Santa Helena. Ele sofreu pelo menos 24 perfurações nas costas, tórax, barriga e pernas. Os suspeitos foram capturados pela PM.

 

6 de junho – Michele Moraes Ferreira da Silva, 32 anos, foi assassinada a golpes de arma branca, na rua Ventania, no bairro Independência. Seu ex-companheiro cometeu o crime e morreu dias depois numa troca de tiros com os policiais.

 

30 de maio – Pablo Vieira Silva, conhecido como “Piolho”, 26 anos, foi assassinado a tiros na rua Anápolis, no bairro Maria Eugênia. Foram pelo menos nove disparos de pistola PT380. A Polícia Civil concluiu o inquérito.

 

9 de abril – O policial penal Maycon Deivid Faria Peixoto, 28 anos, foi assassinado a tiros na zona rural de Araguari, altura do km 17 da MG-414 (sentido Amanhece). Ele morava na cidade e prestava serviços no Presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia. Três suspeitos de envolvimento no crime foram mortos em confronto com militares na cidade de Catalão, em Goiás, onde estavam escondidos.

 

8 de março – Wanderson Ribeiro dos Santos, o “Boy”, 39 anos, foi covardemente assassinado a pauladas em um terreno baldio, sofrendo múltiplas lesões na região do crânio. O crime ocorreu na rua 17, residencial Portal de Fátima 1. Um menor e um jovem teriam assumido a autoria dos fatos.

 

24 de fevereiro – Ramón Pereira Vieira, 31 anos, foi morto com tiro no peito, na avenida Coronel Belchior de Godoy, bairro Goiás. O autor, de 50 anos, acabou preso em Uberlândia. Na ocasião, ele ainda tentou contra a vida de outro rapaz.

 

9 de fevereiro – Valdemir Ribeiro dos Santos, conhecido como Baianinho, foi morto a tiros numa chácara às margens da rodovia MG-223, sentido Araguari/Caldas Novas. Um adolescente se apresentou dias depois à Polícia Civil e assumiu a autoria dos fatos.

 

(*) Um caso ocorreu numa troca de tiros com policiais.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: