Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Câmara dos Vereadores tem primeira sessão em “nova sede”

qua, 12 de agosto de 2020 10:25

Da redação

Aconteceu na manhã de ontem, 11, a primeira sessão da Câmara dos Vereadores de Araguari em sua sede oficial, após atuais reformas realizadas no prédio. As sessões estavam acontecendo na Casa da Cultura até então.

Vereadores voltam a se reunir em sede oficial após reforma completa na parte externa e interna do prédio.

Vereadores voltam a se reunir em sede oficial após reforma completa na parte externa e interna do prédio.

 

A sessão, como de praxe, foi iniciada com cada parlamentar presente tendo seu momento de fala e apresentação de requerimentos, sendo que nesta sessão a maioria tratou de questões comuns e importantes como asfaltamento de ruas, iluminação pública, situação geral da saúde do município na pandemia, além das pautas que estavam previamente definidas para discussão e votação.

Muito se falou sobre as questões relacionadas ao impacto da pandemia no município, como o corte de água levantada pelo vereador Warley Maravilha (PSB) e a situação do revezamento dos agentes de saúde apresentada pelo edil Tiãozinho (PSL).

Paulo do Vale (PV) levantou requereu que fosse levada ao prefeito com urgência, situação a respeito da isenção de taxas de sepultamento para os familiares de vítimas do COVID-19 e ainda, sobre uma possível inclusão de auxilio funeral para estas famílias.

Após os requerimentos realizados pelos parlamentares presentes, deu-se seguimento à apreciação de um dos projetos que constavam em pauta, este de autoria do Executivo, o PL 080/2020, que se trata da doação de insumos/medicamentos da Secretaria Municipal de Saúde para a Missão Sal da Terra e Santa Casa de Misericórdia, tendo estes medicamentos relação direta com a atual situação de saúde pública do município e data de validade próxima do seu vencimento.

O vereador Dhiosney Andrade (PV) contestou a iniciativa, dizendo que se trata de um projeto com finalidade de corrigir um erro por parte da Secretaria de Saúde, ocorrido anos atrás, que são insumos comprados na gestão passada que não foram consumidos e muitos já estão vencidos.

Dando continuidade, o vereador Levi Siqueira (Republicanos) também abordou sobre o assunto e referiu-se aos crivos de legalidade quanto ao procedimento, que de acordo com o edil não possui dados quantitativos corretos e muitos medicamentos não possuem documentação. “Estamos falando de dinheiro público. É um desrespeito por parte do poder executivo para com o legislativo” debateu o vereador, indagando que provavelmente boa parte dos insumos não conseguirão ser utilizados até o prazo de validade.

Existe uma falta de conformação por parte dos parlamentares em relação ao projeto proposto pelo Executivo, que segundo palavras durante a sessão, que é aberta ao público e possui gravação aberta, trata-se de “inquérito policial” as questões ligadas ao mesmo.

Já os projetos 006/2020, 038/2020, 039/2020, 040/2020, 083/2020, 084/2020 foram aprovados e podem ser consultados pela população através do site da Câmara dos Vereadores de Araguari.

2 Comentários

  1. Eliane disse:

    Famílias pobres você quer dizer. Faça um projeto para diminuir esse número de vereadores que na verdade não precisa mais que cinco bons .
    Para mim esse cargo seria extinto. Cada um custa caríssimo para os cofres públicos. E também diminuiria esse número de deputados e senadores. Dinheiro tem que ser mais para as cidades, para o progresso delas e não uma fortuna todos os meses para uma só pessoa. O que gera isso, coisas do capitalismo, desigualdade social. Já observaram que as cidades brasileiras não desenvolvem do jeito que deveriam. O Brasil será sempre um terceiro mundo. Mais também dependendo de quem o dinheiro vai parar nas mãos, ele não é usado na cidade.

  2. jonas disse:

    Concordo com a Eliane, e também creio que não seria necessário montar esse palácio e que tem muita coisa precária em nossa cidade que precisava de mais atenção, ou seja assuntos mais urgentes como sinalização, pavimentação, projetos sociais, saúde e etc. Além desses vereadores ter um alto custo boa parte está ai e não faz por onde, não move um dedo. Espero que nas próximas eleições o povo acorde.

Deixe seu comentário: