Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Aumento nos números da covid-19 em Araguari e região serve de alerta à população

sex, 31 de julho de 2020 22:06

Da Redação

Mesmo com a intenção de aderir ao Minas Consciente, município continua sob a deliberação nº.17 que prevê restrições nas atividades comerciais

Mesmo com a intenção de aderir ao Minas Consciente, município continua sob a deliberação nº.17 que prevê restrições nas atividades comerciais

Para o governo do Estado, o cenário é de estabilidade no número de casos e mortes relacionadas ao novo coronavirus. No entanto, em grande parte das cidades mineiras, a reportagem verificou que as notificações da doença aumentam a cada dia. Um dos cenários mais preocupantes é o da capital mineira. Belo Horizonte viu o número de casos de covid-19 triplicar, e a estrutura hospitalar continua perto do esgotamento.
Segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), em BH a taxa de ocupação de leitos segue em acima de 90% e o número de confirmações da doença já atinge 19.748 infectados e 528 mortes. Por sua vez, a região do Triângulo Mineiro também tem registrado números altos, principalmente em Uberlândia, que continua sendo a segunda cidade do Estado com maior número de casos, tendo contabilizado 12.249 confirmações e 204 óbitos.
Em Araguari não é diferente. Apesar do grande número de pacientes recuperados da doença (1.035 pessoas), as notificações também aumentaram rapidamente. No dia 31 de junho, por exemplo, o município possuía 469 casos positivos e seis óbitos confirmados. Exatamente um mês depois, esse número chegou a 1.450 nesta sexta-feira, 31, conforme informações do boletim epidemiológico estadual. Outros 385 pacientes estão em acompanhamento. Além disso, o número de óbitos relacionados à doença passou para 30 pacientes, sendo que a maioria era pertencente ao grupo de risco e possuía comorbidades, como aponta a SES-MG.
Mais preocupante ainda, os dados atualizados fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde aponta para 1.510 casos confirmados, 787 suspeitas 37 óbitos, com uma morte acrescida às informações do último boletim. A paciente do sexo feminino de 74 anos era pertencente ao grupo de risco. Além disso, cinco óbitos ocorridos na cidade seguem em investigação. Quanto à ocupação de leitos, foram registradas 32 internações, sendo 22 em enfermaria e 10 em UTI.
Para auxiliar no combate à pandemia, a secretaria informou que recebeu uma doação do Governo do Estado. São diversos itens que serão usados pelos profissionais do Hospital de Campanha, como mil unidades de álcool gel 70%, aventais descartáveis, luva e máscaras, além de óculos de proteção e toucas descartáveis. A solicitação foi efetuada pela pasta, com apoio do deputado estadual Raul Belém (PSC). Mesmo com o vírus avançando pelo estado, durante esta semana, o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral chegou a afirmar que Minas Gerais deve ter uma “queda expressiva” de casos nos próximos 15 dias.
“Tudo leva a crer que estamos no nível de ocupação de leitos máximo. Há uma tendência natural que isso comece a reduzir à medida que o tempo passe, e estamos trabalhando com uma previsão de tempo por volta de 15 dias. Mas neste momento temos que ter maior cuidado e por isso, contamos com o apoio da população”, disse.
Em relação à taxa de transmissão, a SES-MG ressalta que o programa Minas Consciente foi fundamental para alcançar os resultados obtidos, mas que é necessário manter o distanciamento social para não ter aumento do número de casos. O programa foi reformulado e, agora, Araguari também decidiu que irá aderir, levando em consideração as novas regras que visam a retomada gradual das atividades econômicas na cidade.
“A adesão do município ao programa está prevista para o dia 6 de agosto e, agora mais do que nunca temos que contar com a ajuda da população. A volta da normalidade vai depender estritamente de cada um de nós. Devemos pensar na coletividade, agindo de forma correta e responsável, respeitando todas as normas estabelecidas pelos órgãos de saúde”, ponderou o prefeito Marcos Coelho.
No cenário estadual, a média de três mortes por hora, provocadas pela covid-19 em 24 horas, mostra que Minas Gerais chegou a 2.769 mortes que contraíram o coronavírus – sendo que cerca de 90% delas aconteceram apenas nos últimos dois meses. Outros 121 óbitos estão em investigação. Há ainda 127.106 casos confirmados e 27.289 pessoas estão recebendo acompanhamento.

 

Vacina

Nesta sexta-feira, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) deu início aos testes da vacina chinesa contra a covid-19 em Belo Horizonte. No Brasil, a pesquisa é coordenada pelo Instituto Butantan, de São Paulo e os testes em Minas estão a cargo do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Fármacos (CPDF), do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFMG. Os voluntários são médicos, enfermeiros e paramédicos que atuam diretamente no cuidado de pacientes infectados pelo coronavírus. Mais de mil pessoas se candidataram, mas as inscrições continuam abertas. Assim, as pessoas podem se inscrever pelo site do Butantan ou através do e-mail profiscovbh@gmail.com.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: