Domingo, 20 de Setembro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Aumento no preço da carne vermelha assusta consumidores

sex, 13 de dezembro de 2019 05:46

por Laura Alvarenga

O recente aumento no preço da carne vermelha ocasionou uma mudança significativa no consumo e alimentação dos brasileiros. Os valores salgados resultaram na substituição do produto de ‘ouro’ por outras opções como frango, peixe, porco e ovo. Neste cenário, até as carnes de segunda perderam força nas vendas.

Ovos se tornaram a principal fonte de proteína escolhida pelos consumidores em substituição à carne vermelha

Ovos se tornaram a principal fonte de proteína escolhida pelos consumidores em substituição à carne vermelha

 

De acordo com a associação representante dos frigoríficos exportadores de carne bovina (Abiec) a expectativa é para que os valores desta fonte de proteína diminuam no próximo ano, em relação à tabela apresentada nos meses de outubro e novembro. Contudo, os preços ainda seguirão mais altos em comparação com o período de janeiro a setembro de 2019.

“Acho que na média, não vamos retroagir nos preços da arroba e nem no preço da carne. Não ficaremos nos patamares do momento de oscilação [outubro e novembro], mas também não serão praticados os preços ortodoxos de antes. Haverá um ponto de equilíbrio”, disse o presidente da Abiec, Antônio Camardelli.

Segundo o produtor rural e proprietário de um supermercado da cidade, Tubertino Sena, o mercado estava defasado há algum tempo para aquelas pessoas que trabalham neste setor e agora, foi o momento de reflexão na sociedade. O empresário relatou que o preço não está mais como nos primeiros dias, teve uma queda de 10% e a tendência é abaixar um pouco mais. “Passando as festas de final de ano, quando o crescimento é maior, acredito que em janeiro os preços sejam mais baixos.”

Todo este processo resultou em 30% na queda de vendas de carne vermelha. O proprietário contou que as vendas do supermercado aumentaram significativamente através de verduras, ovos, peixes e carnes de frango e porco, que inclusive, foram colocadas em algumas ofertas. Tubertino Sena acredita que este é um bom momento para os avicultores da região voltarem a ativa e que a situação pode ser proveitosa para ambos os lados.

“Se a carne vermelha tem preço alto, vamos levar frango; fazer uma coisa diferenciada, comprar carne de porco, por exemplo, que tem o preço mais baixo. O consumidor vai se adaptar e todos sairão ganhando com isso e logo o mercado estará abastecido normalmente.”

Ao fazer as compras da semana, a dona de casa Lourdes Rodrigues, ficou assustada ao se deparar com os preços no açougue. A senhora contou que faz as compras de casa aos poucos, uma vez por semana, e que, nesse dia em questão, acabou saindo de mãos vazias do açougue do supermercado. “Passei mal quando vi a alteração na tabela de preços das carnes. Não costumo comprar em grande quantidade, mas para quem vive com um salário mínimo e tem outras despesas, é um luxo que não posso assumir no momento”.

Na oportunidade, dona Lourdes ainda disse que o meio que encontrou foi fazer a famosa substituição como tantos outros consumidores do momento. Grãos, verduras e ovos foram os produtos escolhidos por ela para equilibrar a alimentação até que os preços sejam reestabelecidos.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: