Domingo, 05 de Abril de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Saúde Alerta – É possível “estar enfartando há dias”?

qua, 29 de março de 2017 05:39

Abertura-saude-alerta

Não. O infarto coronariano, conhecido popularmente como ataque cardíaco é sempre um quadro súbito, agudo, não tendo como uma pessoa estar “enfartando há dias”. O que confunde algumas pessoas é que os sintomas podem começar dias ou horas antes.

Clinicamente, trata-se de um quadro conhecido como angina instável. Isso não significa que o infarto exista, e sim que possivelmente haja uma artéria coronária com placas de gordura prejudicando a passagem do sangue oxigenado para o miocárdio.

Uma placa de gordura que obstrui o vaso pode causar dor (angina) aos mínimos esforços. Quando o entupimento fica mais grave, forma-se um coágulo sobre a placa que causa a obstrução completa e súbita. Aí sim começa o quadro de infarto, com morte celular e risco iminente.

É o resultado de uma série complexa de eventos acumulados ao longo dos anos, mas pode ser caracterizado pela oclusão das artérias coronárias em razão de um processo inflamatório associado à aderência de placas de colesterol em suas paredes.

O desprendimento de um fragmento dessas placas ou a formação de um coágulo de sangue, um trombo, dentro das artérias acarreta o bloqueio do fluxo de sangue causando sérios e irreparáveis danos ao coração (necrose do músculo cardíaco).

O infarto do miocárdio é causado pela obstrução de uma artéria coronariana e a consequente ausência ou redução da circulação sanguínea na região do coração irrigada por aquela artéria.

O quadro clínico é característico: dor torácica forte e prolongada, queimação nas regiões próximas ao coração, suor frio, palidez, náuseas, vômitos e desmaio.

Não se pode subestimar uma dor no peito intensa.

Algumas recomendações são importantes e podem salvar vidas, tais como: ao surgirem os primeiros sintomas, procure uma unidade de emergência imediatamente.

Não dirija automóvel e evite andar ou carregar peso mesmo que a dor seja mínima.
Se a pessoa desfalecer, verifique sua respiração e seu pulso. Na ausência desses sinais vitais, inicie imediatamente os procedimentos adequados de recuperação cardiopulmonar, mantendo-os até que o socorro chegue. Não tente transportar a pessoa desfalecida, porque ela corre sério risco de morrer no caminho. Coloque-a em posição confortável, levemente inclinada e afrouxe suas roupas.
Não se iluda com a aparência de sintomas de azia intensa, pois eles podem indicar, na verdade, alterações cardíacas importantes;
Transmita confiança ao infartado e evite entrar em pânico. Os primeiros socorros são fundamentais para salvar vidas.

1 Comentário

  1. Marlon Cristiano da silva disse:

    Estou com uma queimacao e tipo um dor uma pontada como s fosse uma agulha no peito do lado esquerdo como s estivesse uma ponta de faca quente espetando cansaço dor no estômago e inchamento das veias do braço na região do pulso pode ser infarto ou algo assim

Deixe seu comentário: