Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Radar – Tiro à queima roupa

qua, 21 de junho de 2017 05:45

abertura-radar

TIRO À QUEIMA ROUPA

Caso sejam aprovadas mudanças nas próximas eleições na disputa para deputado, como por exemplo, por ordem dos mais votados, a coisa deve ficar bastante complicada, pois muitos buscam um partido onde possam ser eleitos com poucos votos. Essa situação complica ainda mais, pois: ou o candidato tem realmente votos, ou pode tirar o cavalinho da chuva. Essa possível alteração vem tirando, inclusive, o sono de políticos com mandatos que sempre foram eleitos na bacia das almas.

“FIM DOS NANICOS”

Outra coisa que também pode acontecer dentro da reforma política é o fim dos chamados “partidos pequenos”, permanecendo apenas agremiações como PMDB, PT, PSDB e PP. Hoje na Câmara de Araguari temos; PMN, PSL, PPS, PRP, SD e PTB que sumiriam do mapa e os vereadores teriam que cair em um dos grandes.

PALANQUE?

Vereadores da base do governo Marcão estão atentos com ações extremamente políticas de secretários e até de ocupantes de cargos de segundo escalão do governo que estão em plena campanha para vereador em 2020.

NA PONTA DO LÁPIS

.

.

 

Os albergues de Araguari podem ser extintos. Isso mesmo, é o que pode fazer o prefeito Marcos Coelho (PMDB) que chegou à conclusão de que hospedar os usuários em pequenos hotéis ou pensão da cidade sai mais em conta do que ter um albergue mantido pelo município pagando uma série de despesas, inclusive horas extras de servidores. Para quem não sabe, esses albergues são usados como passagem para em seguida definir o destinos das pessoas encontradas nas ruas que recebem comida, cama e banho.

DE ROSCA

Outra questão que o prefeito tratava no final da tarde de ontem refere-se às licitações de empresa de tapa-buracos e outra para fazer manutenção de estradas rurais onde a coisa anda caótica. Após sair da sala, o prefeito disse que teria encontrado a saída para iniciar o mais rápido os atrasos com esses serviços.

ALTERAÇÃO

A coluna comentou dias atrás que os servidores efetivos envolvidos em suposto pedido de propinas que estavam trabalhando na secretaria de Agricultura e tiveram pedido de afastamento e até prisão da Justiça, foram transferidos para outro setor da prefeitura. Um deles relatou ontem à RADAR que vem passando dias difíceis e agora prepara sua defesa.

CALAFRIOS

A coluna ontem foi atrás das ações judiciais sobre o cemitério Bom Jesus. Na verdade, encontrei foi uma pilha de documentos e a primeira denúncia de desaparecimento de túmulos que originou uma ação contra o município foi em 2006, mas antes disso, a coisa era preta e por isso, desde esse ano o Ministério Público cobra do município que seja feita a identificação de todos os túmulos. Até porque, quem está lá enterrado não vai fugir.

“TAPERÃO”

Estive ontem no aeroporto da cidade após receber a informação de que o mesmo foi interditado pela ANAC. Na verdade, o local necessita de ações de revitalização e manutenção, pois encontra-se em condições precárias. A única saída é buscar recursos específicos para serem investidos em aeroporto, pois a prefeitura luta contra o tempo para resolver uma licitação e tapar os buracos nas ruas e avenidas da cidade considerados prioridade acima do aeroporto.

NAUFRÁGIO

Pelo visto, até o antigo sonho do prefeito Marcos Coelho (PMDB) desde o seu primeiro mandato de tentar mudar o aeroporto de lugar, esfriou mesmo. E tudo por conta da grande burocracia e logicamente, o alto custo para construir uma pista e recepção de um novo aeroporto. Esse fato chegou a ser cogitado e seria instalado na imediações da LMG-748 sentido Indianópolis.  Marcão pretendia lotear toda área do aeroporto o que certamente se tornaria uma forma de arrecadar dinheiro para investir em um novo aeroporto.

ETANOL

Os preços do etanol hidratado nos postos brasileiros subiram em 7 Estados e no Distrito Federal, caíram em outros 16 e ficaram estáveis em Sergipe e Tocantins na semana encerrada no sábado, 17. A falta de dados comparativos impediu a avaliação sobre Roraima, onde a cotação ficou em R$ 3,617 o litro na última semana. No período de um mês, as cotações do produto acumulam alta em três Estados e queda em 22 e no Distrito Federal. No Amapá os preços não variaram nos últimos 30 dias. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que não indicou referências para Roraima. Em São Paulo, principal Estado produtor e consumidor, a cotação caiu 0,87% na semana, para R$ 2,276 o litro, e no período de um mês acumula baixa de 5,56%. Na semana, o maior avanço das cotações foi registrado no Amapá (6,32%), enquanto o recuo mais significativo ocorreu em Mato Grosso (2,84%).

“O objetivo desse documento é determinar as questões de segurança do aeroporto, porém, foram solicitadas algumas correções. Essas correções não foram feitas e o processo foi arquivado, causando a paralisação das atividades (…) O responsável se disponibilizou a criar um novo plano e existe uma verba estadual para que ele seja elaborado”. Do secretário de Trânsito e Transportes Luiz Porcão referindo-se à situação do aeroporto local

 

3 Comentários

  1. ney disse:

    albergues??? ou eu estou muito enganado ou araguari tem só um albergue o do bairro amorin?????

  2. Vanderlei.Marianopires@FACEBOOK.COM disse:

    Quero aqui meu amigo adriano deixa meu modo de pensar respeito funcionários agricultura nem tudo e culpa destes funcionários acho que deveria apenas trocar eles de lugar porque punir quem ta pegando facio e quem deu nao pune nao mesmo veja caso jbsneles deu proprina temer estao souto se vai ferra deve ferra quem pegou quem deus funcionário agricultura deve apenas trocar de lugar seu segretaria ficar mais atenção no que funcionário estao fazendo

  3. Carlos disse:

    Como é um local democrático discordo Vanderlei pois com isso outros funcionários vão ver que é fácil ganhar dinheiro ao invés de trabalharem para que são pagos com dinheiro nosso … Tem que meter na cadeia sim …

Deixe seu comentário: