Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Radar – Tarda mas não falha

sáb, 20 de maio de 2017 05:53

abertura-radar

TARDA MAS NÃO FALHA

Por meio da 1ª Promotoria o Ministério Público iniciou ontem a execução contra um vereador de Araguari em razão de uma condenação por improbidade administrativa proposta no ano de 2000. O valor atualizado hoje é de vinte milhões. A ação tramita na 2ª Vara Cível.

DISTÚRBIO?

Meses antes da eleição municipal de 2016, comentei aqui na coluna que candidatos pelo PT, encontrariam dificuldades para convencer os eleitores por conta do grande desgaste do partido, nacionalmente falando. Pois bem, um cidadão que disputou como vereador em Araguari pelo PT, teria falado em entrevista à uma emissora de rádio local que a coluna o prejudicou na campanha por dizer que ninguém queria votar no PT. Ainda bem que esse cidadão não ganhou, pois com uma declaração dessa, ele mostrou não ter preparo algum e não conhecer nada de política. O nome dele? vou dizer não pois ele, pelo visto, quer mídia e aqui não vai ter.

PRIMEIRO PASSO

Representante dos animais na Câmara Municipal, o vereador Jander Patrocínio (PSB) que recentemente apresentou projeto propondo horário de trabalho para veículos de tração animal (carroças) revelou que seu objetivo é acabar com maus tratos contra a maioria desses animais. Recentemente ele abordou uma carroça cujo animal sangrava por falta de ferraduras e proteção.

PELO CONTRÁRIO

Ontem a coluna comentou sobre a presença de Dinis Pinheiro no Congresso Nacional no exato momento em que surgiu a delação do proprietário da JBS contra o senador mineiro Aécio Neves (PSDB). Foi comentado aqui também, que o acontecimento afetou em cheio os planos de Dinis na disputa pelo governo de Minas nas eleições de 2018, pois Aécio é um dos seus principais cabos eleitorais. Na verdade, a assessoria de Dinis fez contato com a coluna e informou que ele foi se avistar com o também senador mineiro Antônio Anastasia (PSDB) que realmente é um apoiador de Dinis em sua pretensão pelo governo, ao contrário de Aécio.

PROCURA-SE

.

.

 

E não é de ver que o deputado estadual Mourão (PSDB) conseguiu 52 votos em Araguari. O que pode ser considerado insignificante para ele, para mim é uma aberração, um verdadeiro mistério um candidato que, pelo visto, nem sabe que Araguari existe no mapa até porque tem retorno zero para o município e mesmo assim conseguiu convencer 52 pessoas.

FUMO

No dia 11 de maio deste ano, a Justiça determinou a indisponibilidade de bens do ex-prefeito de Uberlândia, Gilmar Machado, da ex-secretária de Administração do município, Lilian Machado de Sá, além de representantes e do reitor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). O valor bloqueado é de até R$ 455 mil para cada um dos indiciados. O bloqueio ocorreu devido a um contrato firmado entre a Universidade e a prefeitura de Uberlândia para a realização do Plano de Cargos e Carreira (PCC) que, de acordo com a ação, foi irregular, pois não contou com licitação.

IMPASSE

O economista e sócio da GO Associados Gesner Oliveira afirmou que, na visão da consultoria, o melhor cenário para a economia brasileira não é a saída do presidente Michel Temer (PMDB) do poder. A declaração foi dada em conferência online da GO para analisar as perspectivas econômicas e políticas após a delação do dono da JBS, Joesley Batista, atingir o presidente. “O melhor cenário é um processo estável, obviamente com a continuidade das investigações necessárias”, completou Gesner. Na opinião do economista, o áudio da conversa entre Joesley e Temer foi inconclusivo e mostrou “distorção brutal” entre a notícia antes da divulgação da gravação e seu conteúdo em si. A informação inicial divulgada pelo jornal “O Globo” era de que o presidente teria dado aval para a compra de silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. “Foi uma situação similar à da Operação Carne Fraca, em que havia verdades, mas a divulgação foi desproporcional aos acontecimentos.”.

“Nós temos uma conta específica do evento, em nome da Apae e todos os recibos de doação são emitidos no nome da entidade (…) No primeiro ano conseguimos arrecadar 28 mil reais, no segundo 55 mil reais, esperamos que neste ano cheguemos aos 70 mil reais”. Frederico Matheus Bitencourt, diretor social da APAE e organizador da 3ª Cavalgada da APAE.

1 Comentário

  1. Janis Peters Grants disse:

    Prezado Chargista,

    PRIMEIRO PASSO

    Representante dos [ protetores dos ] animais na Câmara Municipal…

    ;-)

    Atenciosamente,
    Janis Peters Grants.

Deixe seu comentário: