Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Radar – Barganha?

qua, 24 de maio de 2017 05:48

abertura-radar

BARGANHA?

O vereador Tiãozinho (PRP) negou ontem para a coluna que teria feito a proposta ao ex-prefeito Raul Belém (PP) de que abriria mão de ser candidato a deputado estadual para apoiar a candidatura de Belém que, em contrapartida, faria o compromisso de apoia-lo para prefeito em 2020. Tião disse que isso não procede.

ALTERNATIVA

Gerou grande repercussão o anúncio do governo Marcos Coelho (PMDB) na indicação de André Fernandes que ocupava função na pasta de Trânsito e ontem assumiu a subsecretaria de Saúde do município. O susto é pelo fato de o mesmo não ter experiência ou ligação na área. Por outro lado, quem decide as questões da pasta não é o subsecretário e a proposta do governo com a indicação de André é a de criar um canal operacional e estreitar o diálogo até pelo fato de o secretário de Saúde João Batista ser extremamente técnico e isso é algo que vem gerando conflitos no setor.

DISCUSSÕES

O projeto que autoriza empresas a adotarem canteiros das avenidas não foi aprovado ontem pelos vereadores e ficou para uma sessão extraordinária que ainda será marcada. O vereador Paulo Vale (PV)  disse que tem sido considerado como aquele que está atrapalhando as empresas que pretendem investir nas áreas verdes por ter questionado o projeto. O vereador lembrou que a lei existe, mas os vereadores da base do governo rebateram alegando que há diferenças na lei atual e na que está para ser aprovada.

MACHADADA

Diante de flertes do seu partido com o governo Marcos Coelho (PMDB), o vereador Carlos Machado (PSL) revelou ontem para a coluna que pegou seu carro e foi a Belo Horizonte ouvir o partido sobre essa possibilidade. Machado disse que avisou ao PSL que não admite imposição “goela abaixo” e que, se isso acontecer, deixará o partido. Na realidade mesmo ele não confirmando, o fato é que o vereador não admite que o partido fale por ele, mas as más línguas alegam que Machado está bem próximo de ser base do governo.

REPERCUSSÃO

Ministério Público Estadual (MPE), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Uberlândia e da Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, desencadeou a Operação “Isonomia” na manhã desta terça-feira, 23, contra crimes de corrupção ativa e passiva, além de tráfico de influência e lavagem de dinheiro. A investigação apura a contratação irregular do escritório de advocacia Ribeiro e Silva situado em Uberlândia para prestação de serviços de compensação de créditos tributários a prefeituras do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas, nos anos de 2015 e 2016.

ALVOS

Os mandados foram cumpridos em Uberlândia, Canápolis, Carmo do Paranaíba e Presidente Olegário. Ao todo, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão e um mandado de condução coercitiva. Além disso, o ex-prefeito de Canápolis, Diógenes Borges, foi autuado por porte ilegal de arma de fogo. O MPE informou, ainda, a prisão do atual prefeito de Perdizes, Fernando Marangoni. Ele foi flagrado recebendo R$ 20 mil em propina na cidade de Uberlândia.

PREFERIDO

Não é de hoje que o escritório Ribeiro e Silva é o favorito para defender os interesses dos prefeitos. Em Araguari, o escritório esteve nos mandatos de Marcos Alvim e Raul Belém (PP). Porém, a cidade não está relacionada entre as investigadas. Ainda em 2015 os vereadores de oposição ao então prefeito Raul Belém questionaram no Ministério Público a contratação do escritório sem licitação.

SAÍDA PELA ESQUERDA

.

.

 

O escritório nas prefeituras é conhecido pela ligação com o deputado estadual Arnaldo Silva (PR) que após ser citado ontem nas investigações, publicou em nota que não faz mais parte da banca desde março de 2014. O deputado foi um dos cabos eleitorais de Raul e Marcos Alvim e chegou a criticar um prefeito empresário para administrar a cidade. Após isso, ele esteve na cidade recentemente, mas não procurou o prefeito.

PROCURA-SE

.

.

 

Não me pergunte como, mas o deputado estadual Antônio Jorge (PPS) conseguiu arrancar 41 votos em Araguari nas eleições de 2014 e não há registro de um centavo do seu mandato destinado para a cidade.

“Vou descer ‘margoso’ na sua garganta!” Do vereador Tiãozinho (PRP) ao vereador Maravilha (PMB) durante reunião ontem no Legislativo.

“O senhor tem que me respeitar, meu voto vale a mesma coisa aqui dentro!” Do vereador Maravilha em resposta ao vereador Tiãozinho em clima quente ontem na Câmara.

 

8 Comentários

  1. Amir Chaves disse:

    Na mensagem passada através do responsável pela coluna, dá a entender que o prefeito deseja interferir politicamente (ou seja misturar mel com fel) na área da saúde. Pois tem-se que as decisões tomadas até então, são técnicas (o ideal), e o desejo é que acomode-se as barganhas políticas, desvirtuando certamente as ações em prol da saúde, nomeando alguém sem conhecimento específico na área (cabide de cargos).

  2. antonio disse:

    Concordo com Almir, fico pensando nisso programas pra benefício do servidor e não da população, basta andar pela cidade e conversar com as pessoas, absurdo a população carente, pobres, que residem no monte Moriá não serem assistidos pelo programa saúde da família, jovens mães de 13 anos ou menos com filhos pequenos que precisam do serviço da visita de um agente comunitário de saúde pra orientação e não tem, enquanto áreas mais nobres da cidade são visitadas diariamente por agentes comunitários de saude, alias unidades de saúde pra servir a classe abastada. Quando um desses mais pobres procura essas unidades de saúde ouvem que não vão atender, que não podem cadastrar. Gente absurdo só olhar nesses postos ubsf, a quantidade de funcionários que tem, na parte da tarde a toa. Araguari tá virando terra de ninguém, cade o poder publico que não cobra isso. Programa social é pra beneficio dos mais carentes. Chega, pelo amor de Deus unidade de saúde novinha, que ta parada, com 4 funcionários pra abrir e fechar, mascarando que atende os mais pobres. Fantastico vai fazer uma reportagem sobre isso..

  3. Anonimo disse:

    Esse vereador Tiaozinho se acha muita coisa. Só foi eleito pq muitos votos foram comprados, todo mundo sabe disso. Eu mesmo fui interpelado por um dos seus cabos eleitorais a abastecer meu carro, participar de uma carreata e votar no dito-cujo. De onde ele tira dinheiro, não sei, mas se juntar bastante e comprar mts votos, quem sabe não chega em BH, não é mesmo?

  4. Anônimo disse:

    E a farra das carteirinhas pra andar de coletivo. Parece que agora vai acabar. Espero que daqui quatro anos não volte a farra de novo. Tem uns que ficam comprando as pessoas humildes com cestas básicas. Isso não é serviço de vereador sério. Isso é coisa de meia colher. Ou bom ou mal o funcionário tem o seu emprego. Quem necessita ser bem tratado são as pessoas carentes que procuram o serviço público. Tem certas filantropias e fingimento de que estão defendendo o funcionário é tudo por causa de votos, para garantir a permanência do conforto de ganhar mais de 12 mil. Quando disserem em época de eleição,para fazer isso eu preciso estar lá. Não acredite, ele não irá fazer nada sozinho. Aquilo ali virou uma queda de braço. Já tem algum tempo que não voto nesta categoria. E agora é pra mais ninguém.

  5. Anônimo disse:

    Diz que esse escritório levou uma grana altíssima de Araguari, nos quatro anos passados e sem licitação. E não precisava porque a prefeitura já tinha o seu quadro de advogados. Dinheiro que poderia ter sido gastos em asfaltos e outros. Isso não deve ficar engavetado. Qual seria o motivo: interesses políticos.

  6. Maria disse:

    Concordo com Amir, está misturando mesmo. Sem contar que até hoje a cadeira da Secretaria de Saúde é uma disputa disparada entre ex-secretárias que por aqui rondam e atuais pessoas do governo.
    Mudanças deveriam ser feitas tirando aqueles funcionarios la de dentro que praticamente vende lugar na marcação de exame para o povo, mas para vereadores e na hora, isso sim ainda continua sendo uma vergonha e ninguém faz nada.

  7. Anonimo disse:

    Já ouvi dizer que entram no meio e colocam outras pessoas na frente, principalmente quando é para operações e outras coisas. O funcionário tem uma parcela grande de culpa nisso. Pode contar que quem faz isso são os desonestos que só pensam em votos. Tem que denunciar, coloquem a boca no trombone. Tem que colocar a sujeira pra fora,. põem os nomes dos envolvidos pra fora. Senão isso não acaba. Isso é sujeira. Tem que comunicar com o dono dos …

  8. danilo disse:

    o prefeito sem vergonha quem vai pra pasta da secretaria de saude ? o que é isso que ta acontecendo , vo é louco por acaso , acha que isso é circo?

Deixe seu comentário: