Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Vereador pede apoio ao estado por melhor atendimento no IML de Araguari

sex, 8 de maio de 2015 07:52

Da Redação

Um acidente de trabalho ocorrido na tarde de 24 de abril gerou um sofrimento ainda maior para família do jovem Leonardo Diogo Pereira, 25 anos, que, após receber uma descarga elétrica foi levado às pressas para o Pronto Socorro Municipal aonde, segundo relatos do boletim de ocorrência, chegou sem vida. Conforme informações, o jovem estaria trocando a peça de um maquinário no momento do acidente.

corpo de fjovem eletrocutado e liberado apos 18 horas B

Vereador “Tenente Luciano” (PP) encaminhou ocorrido à Assembleia de Minas

 

No dia 5 de maio, o pai da vítima Luiz Antônio Pires procurou o vereador José Donizete Luciano (PP) e solicitou que o mesmo encaminhasse à Assembleia Legislativa de Minas Gerais, um fato lamentável ocorrido com a família após a morte do filho. O pai revelou que assim que foi informado sobre o acidente e que o filho se encontrava no PSM, ele seguiu imediatamente para o local recebendo a informação de que o mesmo teria ido a óbito no local do acidente.

Ainda em seu relato ao vereador, o pai disse que a dor da família aumentou mais quando o corpo seguiu para o Instituto Médico Legal para que fosse diagnosticada a causa da morte. Luiz relatou que a família teve que esperar cerca de dezoito horas para a liberação e velório.

A reportagem da Gazeta do Triângulo falou ontem com o pai que, ainda encontra-se em profunda dor, mas mesmo assim relatou que a família viveu um verdadeiro drama com a espera da liberação do corpo do filho, mas deixou claro a atenção e dedicação do servidor de nome Marcos que trabalha no IML. “Peço ajuda para que alguém busque uma solução; não é justo que as famílias passem pela dor que nós vivemos.”

Bastante comovido com os relatos da família, o vereador José Donizete Luciano  disse que encaminhou o ocorrido à Assembleia Legislativa de Minas no sentido de que o estado possa tomar providências para reestruturar o setor de verificação de óbito do município. “É inadmissível que familiares tenham que esperar por dezoito horas a liberação dos corpos dos seus entes queridos. Encaminhamos essa reivindicação à Assembleia e esperamos retorno para que sejam tomadas as providências cabíveis” comentou o vereaor. Na mesma ocasião ele apresentou um projeto de Lei criando o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) no município de Araguari.

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: