Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Trabalhador de 39 anos é antigido por vagão e morre em Araguari

qua, 11 de outubro de 2017 05:57

Da Redação

Trabalhador de Araguari é vítima de acidente fatal após ser atingido por vagão carregado de farelo

No fim da tarde de ontem, 10, foi sepultado no Cemitério do Senhor Bom Jesus, o corpo de Cleverson Santos Salomão, que completaria 40 anos no próximo mês. Ele morava no bairro Industriários, era casado e deixa dois filhos.

Cleverson trabalhava há 17 anos na Ferrovia Centro-Atlântica. Na noite desta segunda-feira, 9, enquanto atendia uma ocorrência de descarrilamento de uma composição entre os municípios de Araguari e Uberlândia, ele foi atingido por um vagão, que tombou sobre o seu corpo com aproximadamente 67 toneladas de farejo de soja.

O acidente foi registrado na linha férrea localizada na altura do km 50 da BR-050. Várias unidades do Corpo de Bombeiros de Araguari e Uberlândia, colaboradores da VLI/FCA, policiais militares e civis, e colaboradores de outras empresas trabalharam até a madrugada de ontem para a remoção da vítima, sendo necessário utilizar duas escavadeiras para romper o “teto” do vagão e retirar a quantidade de soja a fim de reduzir o peso da estrutura.

Acidente ocorreu entre Araguari e Uberlândia ** Divulgação

Acidente ocorreu entre Araguari e Uberlândia
** Divulgação

 

“Segundo verificamos com a empresa responsável, dois vagões tinham descarrilado e os funcionários trabalhavam no encarrilhamento dos mesmos. Durante a ação, infelizmente um terceiro vagão tombou, pressionando a vítima contra o barranco”, contou o tenente-coronel André Humia Casarim, do 5º Batalhão de Bombeiros Militar. “Os trabalhos ao longo da noite e madrugada consistiam em deixar o local seguro, retirando os vagões que não tombaram para depois fazer o resgate do corpo”, informou.

Em nota, a VLI lamentou o falecimento de seu funcionário, assegurando que a empresa e sua liderança estão voltadas neste momento no total apoio à família e à equipe, assim como mobiliza todos os recursos para a rigorosa apuração do ocorrido pelas autoridades competentes e também pela comissão interna de apuração de ocorrências.

“Imediatamente a equipe que estava no atendimento do descarrilamento acionou nossa cadeia de emergência e, após a chegada do Corpo de Bombeiros, foi confirmado o óbito. A composição descarrilada era formada por 79 vagões, e seguia de Araguari (MG) para Santos (SP). Não há outros feridos”, trouxe a nota da VLI.

Após a remoção da vítima, constatou-se que o trabalhador utilizavam equipamentos de proteção individual (capacete, óculos de proteção, bota e perneira).

A reportagem apurou que houve vários acidentes graves nos últimos três anos em Minas Gerais. Entende-se por grave aqueles que causam vítimas ou interrupção da ferrovia por mais de 24 horas.

Dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) mostram que dos 178 acidentes ocorridos no estado no ano passado, 44 tiveram essa classificação (24,7%). Desses, 12 foram descarrilamentos e o restante, atropelamentos e abalroamentos. Neste ano, levantamento feito até o mês passado dá conta de 71 acidentes, dos quais 19 graves (dentre esses, houve três descarrilamentos).

A VLI seria responsável por cerca de 2,9 mil quilômetros de ferrovias, passando por 130 municípios em Minas e transportando cargas como grãos, fertilizantes, produtos siderúrgicos e industrializados. Para 2017, estavam previstos R$ 20 milhões em investimentos nas ações de manutenção da linha férrea somente no trecho entre Araguari e Belo Horizonte.

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: