Domingo, 08 de Dezembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Sexto homicídio de 2019 no bairro São Sebastião deixa vítima de 58 anos

ter, 19 de novembro de 2019 05:09

Da Redação

A população do bairro São Sebastião está assustada com mais um crime violento registrado naquela comunidade. Paulo Cândido Ribeiro, “Chiquinho”, 58 anos, foi morto a facadas na tarde de sábado, 16, na movimentada rua das Perobas, a poucos metros do viaduto de acesso ao bairro Independência. O suspeito de 50 anos, proprietário de um comércio no local, foi preso e, de acordo com os policiais, assumiu a autoria dos fatos, alegando que agiu para se defender.

Arma do crime apreendida pelos policiais debaixo de uma cama ** Divulgação

Arma do crime apreendida pelos policiais debaixo de uma cama
** Divulgação

 

Este foi o sexto homicídio no São Sebastião somente em 2019. Antes de Chiquinho, foram assassinados Osmarino Lopes Mendes (52 anos), Yuri Quirino dos Reis (21), Alex Júlio da Silva, “Gordinho” (25), Cléber André Oliveira Batista (25) e Pâmela Prudêncio de Sousa (33 anos), mortos por ocasião de disparos de armas de fogo.

Os policiais militares foram acionados por moradores das proximidades. Ao chegarem, encontraram a vítima caída na rua, sem vida. Eles constataram quatro perfurações provenientes de arma branca, inclusive com enorme lesão no pescoço de Paulo Cândido, que residia no residencial Portal de Fátima 2.

Pouco depois do ocorrido, a PM localizou o suspeito. Este teria relatado que no dia anterior aos fatos, foi ameaçado de morte em seu estabelecimento pela vítima, que retornou no sábado trazendo uma bolsa. Ao simular que pegaria algo na mesma, ele se apoderou da arma branca e atingiu Chiquinho com quatro golpes. Logo em seguida, um popular registrou imagens do autor próximo à vítima, com marcas de sangue em suas vestes.

Os militares ainda conseguiram que o comerciante apontasse o local onde havia escondido a faca, sendo a mesma encontrada debaixo de uma cama em sua residência, apresentando os sinais da violência. A perícia da Polícia Civil foi acionada e o corpo liberado ao serviço funerário.

O agressor passou pela Unidade de Pronto-Atendimento e conduzido ao Delegado de Plantão, que ratificou a prisão pelo crime de homicídio. Ele foi encaminhado ao presídio do município.

De acordo com números extraoficiais, Araguari contabiliza 27 homicídios consumados em 2019. No ano passado, foram 22 casos, de acordo com números da Secretaria de Estado da Defesa Social. Em 2017, 30 pessoas foram assassinadas no município.

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: