Terça-feira, 11 de Agosto de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Secretaria de Saúde investiga casos suspeitos de coronavírus e adota novo protocolo para atendimentos

qua, 25 de março de 2020 05:55

Da Redação

O número de suspeitas relacionadas ao coronavírus ultrapassa 20 notificações em Araguari, conforme a secretaria de Saúde. Em entrevista, o secretário Guilherme Afonso, afirmou que os casos estão sendo investigados e os boletins diários divulgados pela prefeitura para o acompanhamento da comunidade. As quatro primeiras notificações foram descartadas e os demais pacientes continuam sendo monitorados enquanto aguardam o resultado dos exames.

Frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas

Frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas

 

Além das medidas de prevenção colocadas em prática na cidade, o protocolo de atendimentos aos pacientes e condutas dos profissionais de saúde também sofreu alterações, levando em consideração que está acontecendo a transmissão comunitária no Estado. “Todos os casos relacionados à síndrome gripal serão tratados como casos suspeitos, mesmo se não tiverem vínculo com pessoas que viajaram ou tiveram contato com outras pessoas que possuem o diagnóstico positivo para a doença. Assim, haverá um aumento quanto ao número de casos suspeitos, porém, a coleta do exame vai ser feita apenas para pacientes graves e o restante deve seguir o isolamento,” explicou o secretário.

A partir disso, a orientação é de que diante dos sinais de alerta como febre e dificuldade de respirar, o paciente procure as unidades de saúde de Araguari e a comunidade em geral continue atenta às recomendações de higiene e prevenção, além do distanciamento social. “Os sintomas do paciente serão analisados pelo médico, que tomará a conduta ideal para cada caso, seja a internação ou a continuação do isolamento, ” ressaltou.

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nesta terça-feira, 24, por sua vez, mostra um considerável aumento nas notificações na cidade. Conforme a pasta estadual, a divergência de dados é devido ao atraso no processo de encaminhamento de notificações entre prefeituras e governo estadual. Em Minas Gerais, por sua vez, o número de casos investigados subiu de 7.766 para 11.832 em apenas 24 horas. No total são 130 casos confirmados, sendo 80 homens e 50 mulheres. A maioria dos pacientes tem entre 20 e 59 anos. O documento ressalta ainda que não há óbitos confirmados para a doença.

Belo Horizonte é a primeira cidade da lista, tendo 87 casos confirmados, Juiz de Fora aparece logo em seguida tendo registrado oito pacientes diagnosticados com a doença. Nova Lima notificou sete casos. Uberlândia tem oito casos confirmados e, segundo informações da prefeitura são 306 suspeitas e duas mortes que podem estar relacionadas ao novo coronavírus e seguem em investigação. Caso o município confirme que as mortes estão relacionadas ao vírus, esses serão os primeiros casos de morte devido à doença em Minas Gerais. Seriam também os primeiros fora do eixo Rio-São Paulo.

Enquanto isso, aos poucos, municípios organizam barreiras em seus territórios regidas por decretos próprios. Sob jurisdição da União, nenhuma rodovia federal será fechada e isso só ocorrerá com recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Conforme apurou a reportagem, a ponte Quinca Mariano situada na divisa de Goiás com Minas Gerais foi bloqueada para ônibus, táxis e demais veículos por aplicativos. O mesmo acontece com a ponte Estelita Campos.  Apenas veículo de passeio e caminhões de carga estão permitidos a transitar pelo local e ter acesso aos dois estados.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: