Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Sábado sangrento termina com três mortos e uma mulher ferida

ter, 18 de fevereiro de 2014 00:01

DA REDAÇÃO – Fim de trégua em Araguari. Eram 50 dias sem assassinatos – 45 dias em 2014, com redução de 100% em comparação ao mesmo período do ano passado. Apenas no último sábado foram três mortes, duas a mais do que em Uberlândia, na mesma data.

Adilson foi assassinado a tiros, no Amorim. Foto: Divulgação

Adilson foi assassinado a tiros, no Amorim. Foto: Divulgação

No bairro Amorim, pouco depois de 3h, Adilson Aparecido da Silva, o Adilson Doido (44 anos), que vigiava veículos em um bar na região do Gutierrez/Aeroporto, foi executado com nove tiros de pistola calibre 380, na porta de um estabelecimento de mototáxi, na rua Padre Nicácio. Pelo menos cinco perfurações foram encontradas na cabeça da vítima, que sequer teve tempo para esboçar uma reação.

Vizinhos teriam escutado barulhos de uma motocicleta deixando o local após os disparos de arma de fogo. Ao saírem, depararam com Adilson caído perto de um banco de madeira. Segundo parentes, ele morava há mais de um ano com uma mulher em Uberlândia e havia retornado a Araguari no começo desse mês.

A reportagem apurou que a vítima possuía passagem por um homicídio ocorrido na década de 80, no mesmo bairro, quando um homem conhecido por Rui morreu esfaqueado no cruzamento das ruas Carajás e Guanabara.

VIENO

Ciganinho, suspeito de matar jovem no Vieno, foi encontrado morto na manhã de ontem. Foto: Divulgação

Ciganinho, suspeito de matar jovem no Vieno, foi encontrado morto na manhã de ontem. Foto: Divulgação

No começo da madrugada, na rua Antônio Batista Silva, Mara Rubia Jeremias Valente Rodrigues (17 anos) foi assassinada na porta de sua casa com mais de dez facadas. O autor do bárbaro crime, conforme testemunhas, foi o ex-amásio dela, Wenes Martins dos Santos Oliveira, conhecido também como Ciganinho, de 20 anos.

De acordo com relato de familiares aos policiais, a garota tinha terminado o relacionamento com o rapaz. Inconformado, ela teria procurado a vítima por várias vezes naquela data. Quando conseguiu chamá-la para conversar, iniciou uma série de golpes sem qualquer chance de defesa. Em seguida, ele fugiu em uma bicicleta, deixando para trás a arma do crime.

Conforme levantamento da polícia, Ciganinho teria esfaqueado uma criança de 12 anos, no ano passado, e um adolescente de 17, em 2011. Também estaria envolvido em um crime de estupro, vitimando uma garota de 11 anos, em 2011, além de crimes de ameaça e porte ilegal de arma de fogo.
Na manhã de ontem, Ciganinho foi encontrado morto no quarto da residência de sua irmã, na rua Professor Luiz Rocha, Conjunto Alvorada e, segundo informações preliminares, teria ceifado sua própria vida utilizando um pedaço de fio de cobre. Quem o encontrou foi o cunhado, por volta de 11h.

A reportagem tomou conhecimento de que havia um mandado de prisão preventiva contra o suspeito, requerido pelo delegado Rodrigo Luís Fiorindo Faria e expedido no final de semana pelo juiz de plantão Rowilson Gomes Garcia.

O outro assassinato de sábado deu-se por volta de 20h, na rua Isolina Soares. Uma suposta desavença familiar terminou com a morte de Maxsuel Martins de Almeida (25 anos), atingido por golpes de faca no peito e no abdômen. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao PSM, sendo transferido para o Hospital Santo Antônio, onde faleceu.

O suspeito do homicídio é Paulo Cândido Ribeiro (52 anos), padrasto do rapaz, que, ainda ferido, contou aos militares que havia sido esfaqueado sem motivos. Maxsuel era trabalhador braçal e tinha antecedentes criminais.

TENTATIVA

Sábado à tarde, na rua da Paz, bairro Santa Helena, uma mulher de 36 anos levou três golpes de faca no braço esquerdo. Aos policiais ela teria dito que o autor do delito foi seu ex-amásio. Este fazia graves ameaças e exigia que ela retirasse uma queixa de medida protetiva, porém, recebeu uma resposta negativa. A vítima foi levada ao pronto-socorro e passa bem.

1 Comentário

  1. PAP disse:

    INFELIZMENTE A JUSTIÇA É UMA MERDA , O CARA JA TINHA TANTA COISA PARA PAGAR JUDICIALMENTE E NADA DE EFICÁCIA JUDICIAL , ERA PARA ESTAR PRESO E ACABOU MATANDO A EX NAMORADA ,QUANDO O BRASIL VAI CRIAR VERGONHA NA CARA E FAZER ANDAR ESSA MERDA DE JUSTIÇA AQUI PARA FUNCIONAR ….

Deixe seu comentário: