Domingo, 21 de Abril de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Reunião sobre prevenção a criminalidade nas escolas destaca a importância do diálogo entre pais e filhos

sáb, 13 de abril de 2019 05:05

Da Redação

No final do mês passado, o 53° Batalhão de Polícia Militar promoveu reunião com o intuito de esclarecer diretores de escolas a respeito das providências que devem ser tomadas, caso haja suspeita de envolvimento de aluno com a criminalidade.

A discussão sobre o assunto foi motivada depois que alunos de uma escola estadual foram apreendidos sob suspeita de envolvimento em possível massacre, que seria consolidado dentro de uma unidade de ensino.

Atividade foi proposta pelo vereador Tibá

Atividade foi proposta pelo vereador Tibá

 

No mês de março, o tema também foi abordado pelo vereador Giulliano Sousa Rodrigues “Tibá” (PTC), presidente da Comissão de Educação do Legislativo (PTC) que, nesta quinta-feira, 11, promoveu mais uma reunião sobre segurança junto ao Ministério Público, Polícia Militar, Conselho Tutelar, Superintendência Regional de Ensino, secretaria Municipal de Educação e representantes de escolas.

“O objetivo da reunião foi ressaltar que a preocupação não se restringe ao poder público, não é só responsabilidade das diretoras; os pais precisam colaborar no sentido de terem mais proximidade de seus filhos, mais diálogo e monitoramento”, destacou.

Conforme apurado pela reportagem, com o objetivo de oferecer segurança a comunidade escolar, o 53° Batalhão de Polícia Militar reforçou o policiamento na porta das escolas como forma preventiva. Ao falar sobre o assunto, a polícia também ressalta acerca da importância da educação familiar destes jovens.

A conselheira tutela Vera Arruda, que acompanhou os menores que confessaram o plano de massacre na escola, também falou sobre o assunto para a reportagem. “Estamos atentos a tudo, ao chamamento das escolas, da comunidade, dos pais. Se algum adolescente apresentar comportamento inadequado as escolas devem nos acionar e tem acontecido isso, porque as escolas são parceiras.”

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: