Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Rede supermercadista Bretas recebe currículos até amanhã

qui, 6 de dezembro de 2018 05:10

Da Redação

Mais de mil pessoas participaram do processo no primeiro dia de contratação

Após o encerramento das atividades da rede supermercadista Bretas em meados do ano passado, o grupo confirma a reabertura para o próximo ano e iniciou ontem, 5, o processo de seleção de candidatos. Entre as funções estão a de açougueiro, confeiteiro, cobrador de caixa, conferente e fiscal de loja. A escolaridade exigida é ensino médio completo ou cursando.

Mais de mil pessoas participaram do processo no primeiro dia de contratação

Mais de mil pessoas participaram do processo no primeiro dia de contratação

 

A fila de pessoas à procura de emprego aproximou-se a mais de meio quilômetro apenas no período da manhã de ontem, dando volta no quarteirão e chegando até a E.E. Isolina França Soares Torres. Conforme relatos de um segurança que estava a serviço na data, mais de mil candidatos estiveram presentes ontem para entrega de currículos. “Começou entrando de 50 em 50 pessoas devido ao Sol. Depois, eram chamados a cada 200 candidatos”, disse Marcelo, segurança do local.

Segundo ele, cada orientação passada dentro do Bretas dura cerca de meia hora. “Quem estiver de acordo com o que eles passam, as normas, exigências, deixa o currículo, quem não estiver vai embora, mas foi tudo bem, não houve tumulto.”

Em busca de trabalho

A reportagem esteve no local ontem, 5, por volta das 13h30. Durante a estada na fila, conversamos com diversos candidatos e o cenário encontrado foi de diversas pessoas desempregadas há pelo menos um ano.

Letícia Fernandes de Oliveira tem 33 anos e procura um emprego há mais de um ano. Segundo ela, o cenário para quem está desempregado na cidade não é fácil. ”Às vezes não comemos, para deixar aos filhos. Está muito difícil conseguir emprego; quando aparece uma oportunidade, vamos lá.” Com experiência em serviços gerais, Letícia chegou à fila às 9h e cuida dos filhos com ajuda da família e com os populares ‘bicos’. “Faço faxina, o pai deles paga pensão do jeito dele, mas paga; graças a Deus não falta. Ainda tenho meu pai, minha mãe que me ajudam.”

Para quem está em busca do primeiro emprego, a situação complica um pouco mais, como é o caso de Carolina Ferreira, de 18 anos. “Ainda não tenho experiência, tanto faz a vaga, só quero trabalhar. Tenho um filho de um ano e preciso de ‘serviço’. Procuro emprego há algum tempo, mas eles não ‘pegam’ por eu não ter experiência”, lamenta. Ela chegou com duas amigas às 9h e todas relatam que esperaram no Sol quente.

Joas Guedes Rocha, de 25 anos era o primeiro da fila quando a reportagem esteve no local. Segundo ele, chegou às 9h e não desistiu de tentar. “Estou procurando emprego há um ano. Está difícil em Araguari. Tenho experiência como repositor e estou procurando emprego para o que aparecer, pois ajudava meus pais com as contas e agora que estou desempregado não posso mais fazer isso”, coloca.

Logo atrás dele, Geovane Rodrigues Pereira de 26 anos afirma procurar emprego há quatro anos, sem sucesso. “Cheguei às 9h aqui. Está muito cheio, a fila muito grande, mas vou persistir. Estou procurando para qualquer vaga. Tenho curso de técnico em mecânica, experiência em vendas e estou trabalhando no comércio como temporário. De vez em quando faço um bico ou outro, mas fixo está mais difícil”.

Mais ao final da fila, Everson José da Silva de 28 anos, após dois anos sem emprego fixo, procura um retorno ao grupo supermercadista. “Trabalhei no Bretas durante três anos e ‘pedi conta’. Agora que ele vai reabrir estou querendo voltar”. O jovem concorre a uma vaga no açougue. “Tenho experiência no açougue, padaria e caixa. Estou confiante”.

Para candidatar-se

Os interessados tem hoje, 6, e amanhã, 7, para se candidatarem. Para isso, é necessário comparecer no local onde o supermercado funcionava, na avenida Coronel Teodolino Pereira Araújo. O horário de atendimento é das 9 às 15 horas. Na ocasião, é necessário levar currículo impresso e atualizado e Carteira de Trabalho.

Entre os benefícios oferecidos para os futuros contratados estão assistência médica, vale transporte, seguro de vida e desconto em compras no Bretas. A remuneração prevista é salário comercial.

Oportunidade

No momento, a Gazeta do Triângulo deparou-se com um vendedor de laranjinhas, que aproveitou a oportunidade para trabalhar. “Vim aproveitar a movimentação. Estou vendendo muito bem. Assim que vi a notícia da contratação corri para aproveitar a oportunidade, cheguei há mais ou menos meia hora e vendi meia caixa”, disse José Filho ontem, por volta das 14h à Gazeta.

Segundo ele, o salário ofertado na rede supermercadista não o atrai, devido às despesas familiares. “Creio que um salário mínimo para mim não vai me suportar. Vendendo laranjinha, ganho muito mais. Eu sustento dois filhos na universidade vendendo laranjinha. Não sou eu, é Deus que tem feito na minha vida, porque sem Ele, nada somos.”

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: