Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Programa contra tabagismo é promovido em Araguari

sáb, 15 de fevereiro de 2014 00:32

Grupos de acompanhamentos estão sendo formados nas unidades de saúde

DA REDAÇÃO – O cigarro é responsável por mais de 200 mil mortes por ano no Brasil, o que significa que a substância mata em média 23 pessoas por hora. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS). O quadro clínico é uma preocupação dos serviços de saúde e entidades da sociedade civil.

Para combater doenças causadas pelo tabaco, a secretaria de Saúde estabeleceu em Araguari um programa de auxílio aos fumantes, visando conscientizar a população sobre enfermidades como o enfisema, que resulta na perda de capacidade respiratória e oxigenação insuficiente nos pulmões.

Segundo contou a secretária Lucélia Rodrigues, o trabalho de prevenção começou a ser realizado em meados do mês de janeiro, nas unidades de saúde dos bairros Miranda I e II; no São Sebastião e também no Centro de Apoio ao Dependente Químico (CAD).  “Este é um programa do Governo Federal e foi aplicado nas unidades de saúde do município, onde acontece a formação de grupos de acompanhamento. Após participar de todas as atividades, o cidadão recebe a medicação para iniciar seu tratamento,” contou a secretária.

Para participar, basta se dirigir até uma das unidades ou entrar em contato com a equipe da Atenção Primária, através do telefone (34) 3690-3158, onde o cidadão receberá as informações necessárias para fazer parte dos grupos de apoio. “É importante que a população participe, pois a ajuda de médicos, enfermeiros e agentes de saúde é um dos principais fatores para quem quer deixar de fumar. Ressalto ainda que recebemos todos os medicamentos que serão disponibilizados nas unidades dos bairros citados,” completou.

A secretária alertou ainda sobre os fumantes passivos que podem desenvolver bronquites, rinites, asma. Além disso, estudos mostram que o fumante passivo também corre o risco de dependência e de inflamação das mucosas.

Curiosidades

Para combater a questão, a ONU (Organização das Nações Unidas) decretou o dia 31 de maio como o Dia Mundial Sem Tabaco e alerta: em 2030 serão em torno de oito milhões de pessoas morrendo devido ao tabagismo. O tabagismo é responsável ainda por:
• 25% das mortes causadas por doença coronariana;
• 45% das mortes por infarto agudo do miocárdio na faixa etária abaixo de 65 anos;
• 85% das mortes causadas por bronquite crônica e enfisema pulmonar (doença pulmonar obstrutiva crônica);
• 90% dos casos de câncer no pulmão (entre os 10% restantes, 1/3 é de fumantes passivos);
• 25% das doenças vasculares (entre elas, derrame cerebral);
• 30% das mortes decorrentes de outros tipos de câncer (de boca, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, colo de útero, leucemia);

Fonte: site Wold Health Organization

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: