Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Problemas estruturais dos imóveis no Portal dos Ipês são discutidos na Casa Legislativa

qua, 16 de maio de 2018 05:17

Da Redação

Reunião entre a empresa, vereadores e moradores será viabilizada

Recentemente, o vereador Paulo do Vale (PV) solicitou a presença na Câmara Municipal de representante da empresa TencoEngenharia para esclarecer questionamentos referentes aos transtornos estruturais dos imóveis do Portal dos Ipês I e II do programa Minha Casa Minha Vida Faixa I.

“Muitas pessoas tem entrado em contato comigo para expor as dificuldades em conseguir um retorno da construtora”, justificou Paulo do Vale.

Empresa foi representada pelo advogado Celestino Carlos Pereira

Empresa foi representada pelo advogado Celestino Carlos Pereira

 

Nesta terça-feira, 15, a empresa foi representada pelo advogado Celestino Carlos Pereira, que falou sobre o assunto. No início da apresentação, o convidado mencionou que a construção civil passou por algumas dificuldades econômicas. “Houve uma retração muito grande e com a Tenco não foi diferente. Tivemos que reduzir o quadro de funcionários, mas gostaríamos de esclarecer que a empresa está ativa.Construímos mil casas no Portal dos Ipês e temos histórico de construção em Ituiutaba onde foram quase 500 moradias e até hoje não houve reclamações.”, argumentou.

Sobre o Portal dos Ipês, o advogado relata que foram 18 reclamações formais, sendo que sete delas não foram atendidas, pois houve alterações estruturais nos imóveis, o que inviabiliza a reforma conforme regras estabelecidas no manual.

“Foram 18 solicitações em mil casas, isso representa menos que 2% dos quais seis não pudemos atender ainda, pois não foram identificadas as casas, e cinco foram atendidas no prazo mínimo possível.

Segundo o vereador Paulo do Vale, as reivindicações dos moradores dizem respeito a infiltrações,no deslocamento de pisos e nas portas. “O que está havendo é uma falta de comunicação até porque são pessoas que muitas vezes não tem a devida informação”, destacou o vereador.

A ideia proposta pelo edil, e que contou com a confirmação do advogado, é a realização de uma reunião com os moradores. “Acredito que, com a visita da empresa no local, essa demanda será resolvida. Tivemos a informação de que a Tenco havia abandonado Araguari, mas agora sabemos que não”, acrescentou.

Sobre os motivos que resultaram nos danos, o profissional afirma que é uma questão previsível. “Nem todos os materiais são iguais, por mais que compremos em lote. O clima e o solo também são fatores que podem causar problemas. É uma questão previsível, estatisticamente se estabelece que mais de 10% dão algum tipo de problema e quando nós trabalhamos com a informação de menos de 2%, entendemos que praticamente não existem defeitos. Por outro lado, para cada consumidor 1% é 100 % para um morador, por isso prezamos pelo atendimento que é feito com prazer”, ressaltou.

Sobre o período de garantia o advogado comenta que depende de cada produto conforme tabela. “As garantias perduram de seis meses a dez anos”, disse. Em relação a possível abertura de um escritório em Araguari, o advogado disse que seria desnecessário tendo em vista a distância entre o município a Uberlândia. Mas também não descartou a ideia de viabilizar o serviço na cidade. “Se reatarmos outros negócios em Araguari vamos ter um escritório, mas não é necessário para este tipo de atendimento”, concluiu.

Ao final da explanação, o vereador Giulliano Sousa Rodrigues “GiullianoTibá” (PTC) falou da importância de divulgar o contato da empresa para a comunidade afetada. “Interessados podem ligar no telefone (34) 3236-20 19 e falar com a Edileuza”, informou o representante da empesa.

Os moradores que desejam fazer reclamações devem encaminhar uma carta para a empresa, que fará o retorno e em seguida a visita técnica.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: