Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Primeiro júri popular do ano em Araguari acontece amanhã

ter, 8 de maio de 2018 05:49

Da Redação

Crime ocorreu no bairro Novo Horizonte, em 2012

Nesta quarta-feira, 9, a partir de 9h, no Fórum Oswaldo Pieruccetti, acontece a primeira sessão de julgamento pelo Tribunal do Júri da Comarca de Araguari em 2018. O caso envolve um dos crimes mais bárbaros dos últimos tempos na cidade, vitimando Jean Michel Ferreira Guimarães, 25 anos.

Após ser torturado em uma casa abandonada, na rua Calimério Borges, região do bairro Novo Horizonte, o jovem teve alguns dedos decepados, sendo morto a golpes de facão e arrastado até as margens de uma linha férrea, em local de difícil acesso.

O acusado possui várias passagens pela polícia e chegou a ser condenado pelo homicídio em 2015 (13 anos e seis meses de reclusão em regime fechado) no entanto, será novamente submetido a julgamento popular. Duas sessões foram programadas para o ano passado (26 de maio e 11 de outubro) mas não ocorreram.

Na época do assassinato, maio de 2012, a polícia informou que a residência onde ocorreu o crime era conhecida como ponto de uso e tráfico de drogas e chegou a cogitar o envolvimento de outras pessoas, até pelas marcas de briga e o fato de o corpo ter sido retirado do imóvel.

Naquela oportunidade, J. R. era apontado como principal suspeito, pois foi ele quem informou sobre o homicídio para uma tia da vítima, conforme levantamento da investigação, inclusive apontando o local onde o cadáver se encontrava. Ele teria afirmado para um conhecido que iria viajar, saindo rapidamente em um VW/Parati, cor branca. Dias depois acabou preso.

Ao ser interrogado no Fórum, o investigado negou ter cometido o delito, relatando que no dia dos fatos apenas localizou o corpo e informou os parentes e a polícia sobre a morte de Jean Michel.

A defesa recorreu ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais, mas esse confirmou as acusações: “considerando a dinâmica dos fatos destacada pelas testemunhas, relatório de necropsia e laudos periciais, ficaram demonstrados nos autos os indícios suficientes de autoria capazes de pronunciar o acusado para julgamento diante do Júri Popular”, colocou o desembargador naquela oportunidade.

Os 25 representantes da sociedade araguarina sorteados pela Segunda Vara Criminal deverão comparecer ao Fórum amanhã. Sete deles serão escolhidos para formar o Conselho de Sentença, responsável por decidir o futuro do réu.

SORTEADOS

  • Alexandre de Brito Rodrigues
  • Alice Portes Santos Alves
  • Alice Santana da Silva Dias
  • Brigida de Morais Henriques
  • Carolina Vieira de Andrade
  • Cristiane Divina Lemes Hamawaki
  • Cristiane de Sousa Cunha Freitas
  • Cristiane de Sousa Manoukian
  • Daniela Silva Alves
  • Dansone Martins da Silva
  • Evora Mandim Ribeiro Naves
  • Gláucia Monteiro Montes Reis
  • Leandra Mendes do Vale
  • Marcos Paulo de Sousa
  • Marisa Alessi de Menezes
  • Marisa Francisca Galdeano Marra
  • Melissa Mariane dos Reis
  • Nara Aparecida Naves Silva
  • Patrícia Lima Naves de Sousa
  • Selma Maria Alves Sícari
  • Silvia Cristina Marques
  • Tâmara Nayara da Silva
  • Tatiana Lima Ferreira
  • Valéria Alves da Silva
  • Vanilda Garcia da Silva Coelho

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: