Sábado, 23 de Junho de 2018
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Prefeitura ainda deve um terço do repasse à Liga Araguarina de Futebol

ter, 13 de março de 2018 05:18

por Tatiana Oliveira

Dívida é relativa ao acordado no ano passado e que ainda não foi cumprido. Enquanto o valor não foi quitado, campeonatos não irão começar na cidade

Há pouco mais de um mês a Gazeta do Triângulo publicou matéria sobre o atraso do repasse do município à Liga Araguarina de Futebol – LAF. Conforme apurado pela reportagem, a dívida do ano passado ainda está em aberto e as competições deste ano se aproximam; a quitação deve acontecer apenas no próximo mês. “Isso depende de o Estado devolver a quantia do IPTU que é de direito do município. Eles estão devendo mais de R$ 5 milhões à cidade. Sem esse dinheiro não tem como pagarmos a Liga”, disse o gestor de Contratos e Convênios, José Ricardo Resende de Oliveira.

Nenhum apito das tradicionais competições araguarinas irá soar enquanto houver dívida com a LAF

Nenhum apito das tradicionais competições araguarinas irá soar enquanto houver dívida com a LAF

 

Com duas parcelas atrasadas e faltando apenas um mês para a abertura da Copa Araguari de Futebol Sênior 2018, não há como iniciar os jogos sem que o débito seja quitado, é o que afirma o diretor de arbitragem Sandoval Franco Ferreiro (Pacú). O valor em haver equivale a um terço da dívida (R$ 40.756). “Faltam as parcelas referentes a dezembro de 2017 e janeiro deste ano”, afirma o presidente da LAF Cleibimar Resende. A quantia é relativa à subvenção voltada ao custeio dos campeonatos do ano passado.

Desde então, os árbitros estão aguardando pagamento e afirmaram que não irão apitar jogo algum enquanto ao menos a dívida do ano passado seja quitada. “Esperávamos em dezembro, pediram um prazo para janeiro e até agora nada. Como não tem verba, não vai começar qualquer campeonato sem que haja o pagamento”, coloca o diretor de arbitragem. As competições do ano passado foram interrompidas pelo atraso no repasse e só retornaram após pagamento de parte do atrasado e promessa da prefeitura de cumprir todas as demais parcelas dentro do prazo.

A Copa Sênior começaria no dia 7 de abril e a Copa Araguari estava prevista para iniciar em cinco de maio. Além do repasse do ano passado, os campeonatos deste ano dependem novamente de recurso público. “Fizemos e protocolamos a solicitação de repasse para as competições de 2018. Agora estamos aguardando a prefeitura fazer o projeto e mandar para a Câmara votar”, afirma o presidente da LAF Cleibimar Resende.

No ano passado, cada jogo teve um gasto com arbitragem de aproximadamente R$ 360. “Para apitar o jogo, o árbitro deveria receber R$ 150, o bandeirinha R$ 75 e o representante da Liga R$ 60”, explana o diretor de arbitragem Sandoval Franco Ferreira. Segundo ele, os árbitros não receberam por nenhum jogo do Amadorão. Ao fazer o cálculo pelo valor estipulado pelo diretor de arbitragem, levando-se em consideração que apenas o Amador soma 88 jogos, ao menos R$ 31.680 são devidos hoje apenas com pessoal, relativos somente a essa competição. O repasse aprovado à LAF em 2017 foi de R$ 122.268, dividido em seis parcelas mensais de R$ 20.378, delas apenas quatro foram cumpridas.

1 Comentário

  1. Ney silva disse:

    esses repasses da prefeitura tem q acabar. . .essa liga não tem nada de amador mais e fica sugando os cofres publicos….

Deixe seu comentário: