Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Prefeitos têm acesso ao estudo para criação da Região Metropolitana

ter, 18 de fevereiro de 2014 00:05
Prefeitos de diversos municípios estiveram presentes na última reunião da Amvap, na sexta-feira, 14. Foto: Asscom Sec. Gestão Estratégica de Uberlândia

Prefeitos de diversos municípios estiveram presentes na última reunião da Amvap, na sexta-feira, 14. Foto: Asscom Sec. Gestão Estratégica de Uberlândia

DA REDAÇÃO (com assessoria) – Prefeitos  que fazem parte da Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Paranaíba (Amvap) conheceram na sexta-feira, 14, o estudo de viabilidade técnica feito pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) que poderá resultar na criação da Região Metropolitana do Triângulo Mineiro (RMTM). Ele foi apresentado pelo secretário municipal de Gestão Estratégica, Ciência e Tecnologia de Uberlândia, Stoessel Vinhas, durante esta que foi a 260ª assembléia geral da entidade.

O estudo foi elaborado a pedido do prefeito Gilmar Machado (PT) também presidente da Amvap, como forma de implementar a integração regional – uma das bandeiras que ele levantou ao assumir a entidade.

De acordo com o secretário, a região metropolitana será a ligação entre as cidades da região e o governo estadual, essencial para que todos esses municípios possam atuar de forma integrada e planejada. Por isso o estudo prevê a criação de uma Agência Regional de Desenvolvimento para se encarregar desse aparelhamento, tendo início antes ou depois da instituição da RMTM.

A região metropolitana do Triângulo Mineiro poderá ter um número variado de municípios integrados. O estudo, por exemplo, aponta que o organismo municipal seja formado por 18 municípios, com possibilidade de ser estendido para 66.  Nele são levados em conta aspectos econômicos, sociais e demais características das localidades envolvidas.

A composição depende dos próprios municípios interessados. O prefeito de Uberlândia recomendou que uma cópia do estudo seja entregue para cada prefeito.

ARAGUARI

Raul Belém (PP) não participou da reunião e nenhum secretário esteve presente para representá-lo. No entanto, ressaltou sua presença nos demais encontros e destacou o papel de Araguari, que juntamente com Uberlândia e Uberaba, foram as únicas cidades que montaram uma comissão para discutir o assunto. “Pela nossa capacidade de receber investimentos devido à nossa localização estratégica relacionada a rodovias, ferrovias, vejo que temos uma grande oportunidade de sermos beneficiados com esse projeto,” concluiu.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: