Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Polícias investigam envolvimento de segundo carro no acidente que matou família em Araguari

qui, 11 de outubro de 2018 05:53

Da Redação

Concessionária responsável pela BR-050 foi acionada para esclarecer o caso

O acidente na BR-050 que deixou três mortos, pais e uma criança de 8 anos, além de um sobrevivente de apenas 6 anos, domingo pela manhã, em Araguari, trecho de acesso ao município de Uberlândia, pode ter o envolvimento de outro veículo, de acordo com as investigações das polícias Civil e Rodoviária Federal.

Tragédia com família de Campinas é investigada ** Gazeta do Triângulo

Tragédia com família de Campinas é investigada
** Gazeta do Triângulo

 

A família foi encontrada nessa terça-feira, 9, após o caçula escapar da tragédia com vida e escalar a vala de quase 3 metros de altura onde o carro estava caído, o que permitiu que ele fosse socorrido por um motorista de guincho que passava pelo local no início da manhã.

A suspeita começou quando foi identificada uma ocorrência de capotamento envolvendo três mulheres no mesmo dia e local onde a família de Campinas (SP) foi encontrada.

Segundo o inspetor Matheus Rodrigues, da Polícia Rodoviária Federal em Uberlândia, responsável pelo trecho, um VW/Gol se acidentou e parou no canteiro da rodovia. As vítimas foram atendidas, mas não havia nenhum outro veículo no local.

O boletim de ocorrências registrado dá conta de que as mulheres afirmaram ter sentido um baque na traseira do carro, porém não viram o que teria batido. “Estamos buscando provas, imagens e relatos para apurarmos se um acidente tem envolvimento com o outro”, explicou o patrulheiro.

A Polícia Civil, por sua vez, reforçou que ainda não há nenhum atestado de culpa, tendo em vista que a investigação apura no momento a possibilidade de envolvimento do outro veículo.

As envolvidas foram encontradas e outras testemunhas estão sendo ouvidas na Delegacia de Araguari. Inclusive, algumas delas teriam acionado a MGO Rodovias sobre um acidente com dois automóveis pouco depois das 10h do último domingo. Diante da situação, a concessionária deverá prestar esclarecimentos sobre o caso.

A perícia também realizou diligências no sentido de identificar, por exemplo, traços de tinta de um carro no outro, entre outros detalhes.

LIBERADO

O garoto que sobreviveu à tragédia passa bem e foi liberado ainda na terça-feira pelos médicos do Hospital de Clínicas da UFU. Ele viajou com o tio e avô para Campinas ontem pela manhã, mas, por conta da medicação, não foi levado ao velório dos pais e do irmão, no interior paulista.

O pastor evangélico Alessandro Monare, 38 anos, sua esposa, de 35, viajavam com os filhos de 8 e 6 anos para a cidade de Campinas, onde moravam, voltando de um passeio por Rio Quente, em Goiás. O último contato que fizeram com os parentes foi no domingo e, depois disso, as mensagens enviadas pelos familiares não foram mais respondidas.

O carro em que viajavam, um Honda/FIT Flex, tinha sido visto pela última vez em outra rodovia da região de Araguari, na MG-223, rumo ao estado de São Paulo.

O filho caçula da família, então, conseguiu escalar a vala onde o carro estava após dois dias ao lado dos corpos dos familiares. Ele foi localizado por um motorista de guincho que passava pelo local e, mesmo com o quadro de saúde delicado, conseguiu informar onde estava o automóvel de sua família.

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: