Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Polícia Civil segue as investigações sobre suposto atentado em escola

sex, 5 de abril de 2019 05:55

Da Redação

Dois menores de 16 anos apreendidos no da 27 do mês passado em Araguari seguem internados no Centro Socioeducativo de Uberlândia. Eles são investigados pela prática de ato infracional análogo ao delito de organização criminosa, pois estariam planejando um atentado na escola onde estudavam desde 2016. Para isso, criaram um grupo no aplicativo Telegram, visando a aquisição de armamento pesado, coletes balísticos e até mesmo de uma bomba, além de arquitetarem o ataque, inclusive buscando patrocínio em sites do estado islâmico.

Por se tratar de um caso grave envolvendo adolescentes, a investigação corre sob segredo de Justiça, por isso muitos detalhes não são repassados à imprensa. A reportagem, no entanto, apurou que a polícia trabalha no sentido de identificar os demais integrantes do grupo que pretendia fazer aos menos 300 vítimas.

Um dos envolvidos seria aluno de outra escola da região central de Araguari, além de uma mulher, a qual seria de outra cidade e fazia parte de um grupo denominado “Anjos Depressivos”.

Os telefones celulares dos menores apreendidos passaram por um laudo inicial através do serviço de inteligência da Polícia Civil, mas seriam periciados mais criteriosamente visando reunir o máximo de indícios sobre a eventual tragédia no setor escolar de Araguari.

Na primeira análise, foram encontradas na galeria de imagens dos aparelhos fotos do massacre da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano/SP, de armas de fogo e de soldados da Segunda Guerra Mundial, além de menções ao líder nazista Adolf Hitler e prints relativos às notícias sobre a tragédia no colégio paulista, no último dia 13 de março.

Ainda segundo apurou o jornal Gazeta, os membros do grupo falavam muito sobre o massacre de Columbine, Estados Unidos, tragédia que completa 20 anos neste mês, deixando 13 mortos e 21 feridos. A foto de perfil do grupo tem uma caveira e outra de um dos atiradores de Suzano.

O Juizado da Infância e Juventude da Comarca de Araguari, que realizou um trabalho muito importante em Belo Horizonte, conseguindo as vagas para a internação provisória dos menores, tem pouco mais de um mês para decidir o futuro de ambos.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: