Quarta-feira, 24 de Maio de 2017
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Pista para ciclismo, patins e esportes não motorizados sobre rodas deve ser concluída até o fim desse mês

qui, 20 de abril de 2017 05:14

por Tatiana Oliveira

O projeto é de iniciativa privada, com auxílio da prefeitura. A empresa investiu cerca de 20 mil reais na construção da pista

Foi iniciada nessa terça-feira, 18, a construção de uma pista de esportes sobre rodas não motorizado. A previsão é para finalizar a obra em torno do dia 29 de abril. Segundo Riberto de Sousa Junior, vice-presidente da União Ciclística Araguarina – U.C.A., a ideia veio da iniciativa privada e conta com o apoio da prefeitura na cessão de maquinário, pessoal e de parte da terra para compactação, que veio das obras da Estação de Tratamento de Esgoto – E.T.E.. Apesar de não saber estimar o custo da obra para o município, afirmou que o gasto foi praticamente zero e o investimento veio de uma empresa de Araguari. O local da construção é na praça central entre as avenidas Minas Gerais e Calimério Pereira de Ávila.

Obras devem levar menos de 15 dias, desde seu início até a conclusão

Obras devem levar menos de 15 dias, desde seu início até a conclusão

 

Junior acredita que o espaço trará diversos benefícios públicos. “A ocupação de qualquer espaço público afasta a marginalidade, é um ganho de segurança para a comunidade”, afirma. André Luiz Sá Araújo, diretor de produção da Arroz Vasconcelos – empresa proponente do projeto, afirmou à Gazeta do Triângulo que a ideia veio de uma visita à São Paulo, onde viu uma pista semelhante em uma praça da capital. “Retornando para a cidade percebi que as crianças e adolescentes não tem muitos espaços para se divertirem com os pais em Araguari. Então, procurei a prefeitura e fomos dando andamento à obra”, conta.

Segundo Araújo, São Paulo é a única cidade brasileira a ter uma pista dessas. Outras capitais do mundo como Nova Iorque nos USA, Berna na Suíça, Cidade do Cabo na África do Sul, fazem uso desses espaços há anos. O equipamento esportivo é destinado a várias modalidades como Bike, BMX, Skate, Patins e Patinete, “que promove atividade física, interação social e saúde para praticantes de todas as idades”, completou.

Para o vice-presidente da U.C.A., o projeto também é uma forma de trazer visibilidade para o ciclismo. “Eu pratico  mountain bike, mas são atividades fora da cidade, que não tem visibilidade. Trazendo para a zona urbana é uma forma de popularizar o esporte.”. O design e construção do equipamento estão a cargo de dois projetistas e atletas Luiz Lancellotti e Blue Herbert. “Isso garante o máximo de desempenho e funcionalidade do equipamento”, afirma Júnior.

O diretor de produção da Vasconcelos conta que foram investidos pela empresa, sem contabilizar hora de máquinas e funcionários, mais de 20 mil reais. Para ele, o que fez a obra ter um menor custo foi a doação de terra das obras da Estação de Tratamento de Esgoto. “A prefeitura estava com dificuldade em destinar a terra e acabou doando parte dela para a pista”.

2 Comentários

  1. Carlos disse:

    Pena que os nobres vereadores ( oposição) são contra a qualquer tipo de evolução em nossa cidade. Terça na câmara falaram que estava tudo errado … Errado porque ??? Porque não teve licitação para que os senhores vereadores aproveitem do dinheiro das construtoras???? Caíram do cavalo pois a iniciativa privada que está bancando e terá sim esse espaço como o já existente e nem um político ( vereador de oposição) não irá mamar superfaturado essa obra … PARABÉNS AO GRUPO VASCONCELOS INCENTIVANDO O ESPORTE EM NOSSA CIDADE .

  2. Riberto de Sousa Junior disse:

    Tatiana, parabéns pela matéria e muito obrigado pelo espaço para a divulgação e devidos esclarecimentos a população a respeito desse projeto.

    Esperamos ansiosos pela inauguração do equipamento e para o encontro da comunidade araguarina para com seus espaços públicos.

    Novamente, muito obrigado.

Deixe seu comentário: