Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Pesquisa do Procon aponta variação de preços nos itens da cesta básica

sex, 15 de março de 2019 05:37

Da Redação

Entre os dias 11 e 12 de março, fiscais do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), estiveram em nove supermercados de Araguari para realizar um novo levantamento de preços, desta vez, voltados aos itens presentes na cesta básica.

Para não pesar no bolso, a diretora geral da unidade, Michelle Cursino, orienta que o consumidor leve em consideração os dias de ofertas dos supermercados, a fim de gastar ainda menos nos itens básicos, como por exemplo, o arroz que está em nosso prato diário.

PROCON divulga nova pesquisa de preços para auxiliar o consumidor a economizar

PROCON divulga nova pesquisa de preços para auxiliar o consumidor a economizar

 

De acordo com a pesquisa, o pacote com 5 kg tipo agulhinha, pode ser encontrado por valores entre R$ 10,98 e R$ 14,98. Quanto ao feijão carioca, tipo 1, os valores encontrados variam entre R$ 8,99 e R$ 7,48. O item indispensável na mesa dos araguarinos sofreu uma variação em comparação com a pesquisa realizada em janeiro, quando o quilo do feijão era adquirido por valores entre R$ 3,98 e R$ 5,59.

O preço do café em pó tradicional varia entre R$ 9,99 e R$ 7,49. Também em janeiro, o pacote de 500 gramas custava até R$ 8,99. Para a limpeza, o pacote com cinco unidades de sabão em barra pode ser comprado por R$ 6,28 chegando à R$ 7,49. E um kg de sabão em pó varia de R$ 9,28 à R$ 7,38.

Várias marcas foram analisadas para cada item, de forma a contribuir significativamente para a diferença de preços. Com tabela em mãos, o consumidor pode escolher onde realizar suas compras. Sobre isso, Michelle Cursino, ressalta que as pesquisas de preços disponibilizadas são aliadas do consumidor, pois, é mais fácil verificar quando há variações de preços entre estabelecimentos. “É preciso pesquisar para economizar e o trabalho dos fiscais é justamente para auxiliar o consumidor no momento da compra.”

A diretora ressalta outra orientação importante em relação ao preço: caso haja diferença entre o registrado no produto e o que está informado na gôndola, prevalece o de menor valor. Para mais informações, os interessados podem ir até o Procon, localizado na rua Coronel Lindolfo França, 553, Centro. Além disso, é possível enviar dúvidas e reclamações pelo formulário disponibilizado no site www.araguari.mg.gov.br/procon, ou ainda pelos telefones (34) 3690-3137, 3690-3078 ou 3690-3139.

Pesquisa Supermercado, Março de 2019 – Clique aqui e baixe o arquivo.

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: