Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Pela segunda vez Unitri-Pilhas Energizer vai fechar as portas

qua, 1 de abril de 2015 07:00

Equipe foi vice-campeã nacional no último ano, mas na atual temporada somou resultados decepcionantes

Maior força do basquete mineiro nos últimos anos – pelo menos no que se refere a investimento e resultados, o Unitri-Pilhas Energizer, de Uberlândia, irá encerrar suas atividades ao término da temporada 2014/2015 do Novo Basquete Brasil (NBB).

unitri 1

América e Villa Nova representarão o Estado em suas respectivas divisões

 

Depois de conseguir títulos brasileiro e sul-americano em 2004 e 2005, respectivamente, a equipe fechou as portas em 2007 e voltou à ativa em 2010. Em 2013, foi vice-campeão brasileiro, ao perder a final do NBB para o Flamengo.

No entanto, neste ano, não conseguiu bons resultados e está muito perto de não se classificar para a segunda fase da principal competição do país, precisando torcer contra o Macaé. O time do Rio de Janeiro precisa de apenas uma vitória em três jogos para se classificar e jogar por terra as chances de classificação do time do Triângulo, que soma apenas oito vitórias em 28 jogos. A troca de treinadores foi apenas uma das consequências da má campanha, que pode culminar, ainda, no rebaixamento, após os dois jogos que restam.

O ala Gruber, no time há quatro anos, lamenta a situação. “Fiquei sabendo pela internet, ainda não nos informaram oficialmente. Se for confirmado, será uma pena, principalmente pela cidade, que abraçou o time desde sempre. A química entre time e torcida também era algo muito positivo. Temos que respeitar a decisão do dono, pois é ele quem controla as coisas”, afirma o jogador.

Mesmo com a pequena chance de classificação, ele prefere pensar em honrar seus compromissos com o clube. “Ainda temos possibilidade de passar de fase e é nisso que temos que focar. Aqui nunca faltou nada, a estrutura sempre foi boa, salários nunca atrasaram. Falo por mim, claro. O time deu muitas alegrias para a cidade e temos que tentar evitar pensar nas coisas externas. Todos se doaram na temporada, fomos campeões mineiros, um dos objetivos, mas no NBB as coisas não deram certo, infelizmente. Não sei se a má campanha pesou nesta decisão do time acabar”, admite.

A Rádio Vitoriosa AM, de Uberlândia, fez o anúncio, que foi confirmado por Wellington Salgado, diretor da equipe e da faculdade Universo. “A prioridade agora são os professores da universidade e os funcionários. No momento que aperta, a gente tem que tirar de algum negócio. Então essa é a única razão, financeira. Não nos pagam o Fies há três meses e Pronatec desde outubro do ano passado nos criando muitas dificuldades, então não podemos ficar com um time de basquete que tem um custo altíssimo”, comentou, em entrevista ao Correio de Uberlândia.

Futuro incerto – Salgado tenta, ainda, ver algum futuro para que o time não seja extinto de vez. “A gente tem a franquia e vamos ver o que faremos com ela. Mês que vem daremos férias e indenizaremos todos. Ainda não pensei no que fazer, mas de repente posso alugar a franquia, para alguém daqui de Uberlândia ou mesmo de fora. O fato é que, neste momento, não dá para tirar dinheiro da instituição de ensino e colocar no basquete. Pode ser que a gente pegue essa franquia e coloque estes garotos do Praia, que disputaram o LNB, mas não no nível de competição que está aí”, completa.

DEFINIDOS

Minas Gerais tem seus representantes nas quatro divisões nacionais

Mesmo com a derrota no clássico para o Atlético, o Villa Nova garantiu vaga na Série D do Campeonato Brasileiro

Minas Gerais tem seus representantes nas quatro divisões do Campeonato Brasileiro. O último clube a garantir vaga foi o Villa Nova, que se juntou a Caldense na disputa da Série D. A vaga do Leão do Bonfim foi garantida nesse fim de semana, mesmo após a derrota por 3 a 0 para o Atlético, em jogo da 10ª rodada do Campeonato Mineiro.

O Villa Nova é o sexto colocado do Estadual, com 13 pontos, e não pode mais ser alcançado por seus concorrentes. Completam a lista de representantes de Minas Gerais o Atlético e o Cruzeiro, na Série A, América e Boa Esporte, na Série B, e Tupi e Tombense, na Série C. Na temporada passada, a Raposa conquistou o bicampeonato nacional e o Tombense foi campeão da Série D.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: