Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Pacientes começam a ser encaminhados para atendimento no Hospital de Campanha

qui, 9 de julho de 2020 11:44

Da Redação

A equipe medica e os insumos estão disponíveis para atender a demanda de pacientes na unidade, segundo a secretaria de Saúde

A equipe medica e os insumos estão disponíveis para atender a demanda de pacientes na unidade, segundo a secretaria de Saúde

O Hospital de Campanha começou a receber os pacientes diagnosticados com a covid-19 desde a manhã desta quarta-feira, 8. No primeiro momento, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a intenção é desafogar as internações na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde havia pelo menos sete pessoas em isolamento. A triagem também foi realizada na Santa Casa de Misericórdia, que está fazendo os devidos encaminhamentos para o Hospital de Campanha.

O quantitativo de pacientes ainda não foi informado, pois, até o fechamento desta edição, não havia sido concluída a transferência dos mesmos. “O hospital já está aberto e estamos organizando esses encaminhamentos conforme a demanda. Temos à disposição profissionais e insumos necessários, mas conforme surgir demanda, iremos ampliar o número de leitos e fazer novas contratações. Para isso, temos uma equipe no próprio Hospital que está acompanhando de perto todo o trabalho,” afirmou o subsecretário de Saúde, Saulo Borges.

Todo o funcionamento está baseado em protocolos assistenciais para a segurança do paciente e, a estrutura funcionará de forma regular, 24 horas por dia, com equipe seguindo rigorosamente os procedimentos de segurança com uso adequado de EPI’s. A reportagem verificou ainda, que foi efetivado o contrato de locação de 12 leitos de internação clínica no Hospital Santa Antônio, por meio de publicação do contrato administrativo no Correio Oficial do Município. Tais ações pretendem garantir atendimento aos araguarinos, levando em consideração o aumento significativo de casos que foram registrados nas últimas semanas e a proximidade do pico da doença, previsto para o dia 15.

No município, o número de confirmações já atinge 780 pessoas e 516 casos estão sendo investigados, além disso, a doença tem feito vítimas na cidade: o número de óbitos chegou à 13 confirmações, segundo o boletim municipal. Conforme informações da Secretaria de Saúde, foram registrados dois óbitos nesta quarta-feira, sendo o primeiro um paciente do sexo masculino, de 36 anos. Quanto ao segundo paciente, a pasta aguarda o resultado de exames. O mesmo é do sexo masculino, e tinha 58 anos.

Os dados municipais ainda divergem daqueles divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). O informativo epidemiológico mostra que a cidade tem 741 diagnósticos positivos para o novo coronavírus e o número de mortes ainda permanece em nove notificações. Além disso, o novo coronavírus já chegou em 743 municípios mineiros, 90% do total do Estado, e confirmadas mortes em 282 deles.

Conforme observado no documento, na região do Triângulo Mineiro, Uberlândia continua liderando o número de confirmações, com 7.939.

No estado, Belo Horizonte se destaca com 8.574 casos. Já em relação aos óbitos, também lidera a capital mineira, com 200 mortes pela Covid-19, seguida por Uberlândia, com 129, e Juiz de Fora, com 60. O boletim epidemiológico da SES-MG aponta um novo recorde no número de óbitos em Mina: 73 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas.

No total, estão confirmadas 1.355 mortes, um aumento de 5,7% em relação ao balanço de segunda-feira com 1.282 mortes, sendo que a taxa de letalidade é de 2,1%. O número de novos confirmados foi de 3.138 pessoas infectadas e, no total, são 64.035 diagnósticos positivos em todo Estado. O número de hospitalizações por síndrome respiratória aguda grave, que inclui doenças como pneumonia, covid-19 e gripes, também aumentou consideravelmente, chegando à 26.441 no Estado. A alta é de 928% em comparação com o mesmo período do ano passado. Só na última semana, foram 944 casos de pacientes nos hospitais mineiros.

 

Uso de Máscaras

 

O projeto de lei que versa sobre o uso de máscara será colocado em apreciação pelo Legislativo no próximo sábado, 11. A proposta é do Executivo e tem como objetivo garantir a segurança e combate a covid-19. Caso seja aprovada a matéria em sessão extraordinária, o uso de máscaras passará a ser obrigatório para circulação em espaços públicos e privados, tal como no transporte, seja público ou privado, em estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços, e em templos religiosos. A medida estabelece ainda a obrigatoriedade da realização de testes para identificação da doença. Em caso de descumprimento, será aplicada multa, bem como, em caso de aglomeração.

 

- A equipe medica e os insumos estão disponíveis para atender a demanda de pacientes na unidade, segundo a secretaria de Saúde 

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: