Domingo, 23 de Abril de 2017
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Os 80 anos do Jornal Gazeta do Triângulo

ter, 7 de março de 2017 05:42

Por Edmar César

*Escritor e presidente da Academia de Letras e Artes de Araguari

Celebrar oito décadas de trabalho e dedicação exclusiva, comprometido com a informação precisa e credibilidade incontestável é um grande feito que ficará registrado nos anais da história de Araguari, do Triângulo Mineiro, de Minas Gerais, quiçá do Brasil. Eis o jornal Gazeta do Triângulo, com todas as pompas, honras e glórias comemorando, com direito e justiça, seus oitenta anos de veiculação voltados ao objetivo principal: informar, registrar, eternizar os mais diversos fatos ocorridos em Araguari e região. Uma verdadeira enciclopédia à disposição de leitores, pesquisadores e historiadores tratando das diferentes temáticas que fizeram e fazem a história do Município.

Somente através do esforço mútuo de seus jornalistas, repórteres, colaboradores, parceiros de todas as épocas; da consolidação de objetivos, de uma linha editorial participativa e democrática, empreendedora, dinâmica, moderna e de uma batuta que se move pelas mãos de seus maestros é que esse jornal, genuinamente araguarino, manteve-se impoluto, majestoso, vencendo as adversidades e lutas travadas no tempo.  Enlaçado com a sociedade araguarina, regozija-se, hoje, como se comemorasse bodas de nogueira ou de carvalho, assinando sua história de conquistas e de glórias em prol do progresso e do desenvolvimento da cidade que o gerou.

1º exemplar do Jornal Gazeta do Triângulo - 1937

1º exemplar do Jornal Gazeta do Triângulo – 1937

 

Não é por acaso que o Gazeta, atualmente, assumiu a pole position da imprensa escrita da nossa região, pois é o mais antigo jornal em atividade no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, em virtude da paralisação das atividades do jornal Lavoura e Comércio de Uberaba, em 2003, após 104 anos de veiculação ininterrupta e, recentemente, do jornal O Correio de Uberlândia, fundado um ano depois de o Gazeta, em 7 de fevereiro de 1938, que teve suas versões impressa e digital suspensas desde o início do corrente ano.

Inauguração de Brasilia - década de 60

Inauguração de Brasília – década de 60

 

Fazendo uma viagem pela história do Jornal Gazeta do Triângulo, para marcarmos com selo de ouro do mais alto quilate, essa data expressiva e única para a nossa imprensa – 7 de março de 2017 – que marca seus oitenta anos de existência, nossas vistas alcançaram  pálidas páginas de vários jornais catalogados no Arquivo Histórico e Museu Dr. Calil Porto. Dentre eles, ressalta-se o de número 1, que traz em seu frontispício a inscrição histórica: “ARAGUARY, 7 DE MARÇO DE 1937” e, os nomes de seus idealizadores: “ Director: J.Alamy Filho; Redactor-Secretário: O. Paes e Proprietário: Bolivar Bittencourt”.

.

.

 

Nascera o Gazeta do Triângulo, pequeno e modesto, como bem disse Áurea Bittencourt, filha do fundador do jornal, Bolivar Bittencourt:  “A manhã de 7 de março de 1937 despertou radiosa e bela. Todos cansados mais felizes. Nascera GAZETA DO TRIÂNGULO. Meu pai não cabia em si de contente e exibia seu jornal a todos que iam chegando. Era um jornal pequeno, modesto, mas grandioso em seu ideal.”

O Gazeta veio para revolucionar os meios de comunicação, com ele brotou uma geração de redatores, inigualável, constituída por pessoas de vários segmentos da sociedade araguarina, possuidores do talento da escrita. É o Gazeta fazendo história e escola, prosseguindo na mesma senda dos ícones do jornalismo de outrora, com uma nova geração enriquecida de talentosos, competentes e capacitados profissionais da imprensa escrita.

Oito décadas dos 129 anos da história de Araguari passaram pelo jornal Gazeta do Triângulo. Desde os idos de 1937, todo o processo evolutivo da cidade foi registrado em mais de 77.600 páginas das 9.700 edições que consolidaram de fato e de direito o comprometimento desse órgão de imprensa para com os destinos do Munícipio. O Gazeta se fez presente em todos os momentos significativos e transformadores da vida da cidade que ocorreram desde o seu nascimento aos dias atuais, acompanhando diariamente decisões e feitos de 16 diferentes administrações frente ao Executivo, desde a gestão do então prefeito José Jehovah Santos ao retorno, recente, de Marcos Coelho de Carvalho.

Visita à redação - era Afif Rade

Visita à redação – era Afif Rade

 

Dessas páginas históricas, o Jornal Gazeta, registrou com profissionalismo e sentimento o maior erro judiciário do país, cometido à época – décadas de 30 a 50 – em Araguari: O Caso dos Irmãos Naves, indiciados por um crime que não cometeram. Acompanhou, com entusiasmo, no final da década de 30, a inauguração do Cine Teatro Rex e a fundação do Aeroclube. Ressaltou a chegada do serviço de altos falantes do coreto da praça central à inauguração da primeira estação de rádio, PRJ-3, em 12 de fevereiro de 1939.  Criou uma coluna especial para atualizar as notícias da 2ª Guerra Mundial, desde sua eclosão em 1939 ao seu final, em 1945. Na década de 40, noticiou a fundação dos clubes Matriz Futebol Clube e Escola de Comércio que deram origem ao Fluminense Futebol Clube e ao Araguari Atlético Clube, respectivamente; a inauguração da Escola Técnica de Comércio Machado de Assis e Ginásio Dom Vital e Educandário Eunice Weaver e tantos outros estabelecimentos de ensino e de formação. Na edição do jornal, a partir de 15 de junho de 1941, trouxe pela última vez o nome da cidade de Araguari, escrito com a letra “y”. Na década de 50, destacou a instalação da primeira fábrica de tecidos em Araguari – Indústria têxtil São Judas –; as atividades  das várias companhias aéreas na cidade, dentre elas a Aerovias Brasil, Vasp e Nacional; a fundação do Abrigo Cristo Rei, a transferência da sede da Estrada de Ferro de Goiás para a cidade de Goiânia e os transtornos gerados em torno da decisão; inauguração dos estádios Sebastião César e Vasconcelos Montes; inauguração da Rádio Cacique, fundação do Colégio Estadual; registrou, em especial, a primeira  e única cirurgia do coração realizada em Araguari, no Hospital Ferroviário da Goiás, pelo médico Dr. Adib Jatene e fez a cobertura da visita da Miss Brasil, Marta Rocha, em Araguari. Na década de 60, vários acontecimentos tomaram conta das páginas do Gazeta: inauguração de Brasília, a nova capital da República; fundação da rádio Planalto; Revolução de 1964, início do governo militar e suas consequências; instalação do 2º Batalhão Ferroviário em Araguari; chegada dos trilhos à estação de Bernardo Sayão, em Brasília, ligando-a ao sistema ferroviário nacional; criação da Academia de Letras e Artes de Araguari e a inauguração do primeiro estabelecimento de ensino superior da cidade – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Araguari – FAFI –, hoje, Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos – IMEPAC –. Na década de 70, registrou o triste episódio da retirada dos trilhos da antiga Companhia Mogiana e a demolição de sua estação, prédio e edificações de valores históricos irreparáveis; a inauguração do novo terminal ferroviário; a construção do trecho ferroviário de Uberlândia a Araguari; o fortalecimento do projeto de diversificação agrícola com o plantio de café, milho, maracujá e soja; a instalação de fábricas de suco, como a Indústria Alimentícia Maguary, hoje, operando intensamente a Empresa Brasileira de Bebidas e Alimentos – EBBA –, enfim o crescimento do setor industrial com implantação de várias fábricas na cidade. Na década de 80 divulgou as obras de construção da Usina Hidrelétrica de Emborcação; a construção da estrada de ferro EF-045 e Araguari a Pires do Rio; construção do Ginásio Poliesportivo General Mário Brum Negreiros e a construção do Terminal Rodoviário Tancredo Neves. Na década de 90, prestou serviços como Órgão Oficial da Comarca de Araguari e tantas outras realizações visando sempre à informação. Nos primeiros anos do século XXI, dentre outros, registrou a criação do curso de medicina pelo IMEPAC, 2002; a implantação da 1ª usina de açúcar e álcool de Araguari, 2007; a desativação da Universidade do Triângulo – UNITRI –, 2009; inauguração do terminal integrado da empresa VLI multimodal S/A e suas operações de transbordo e armazenamento de grãos e possibilitando ao nosso Município ser reconhecido como o maior terminal de transbordo do Brasil.

Araguari Atlético Clube, campeão do ano santo - 1950

Araguari Atlético Clube, campeão do ano santo – 1950

 

O Gazeta do Triângulo não parou no tempo e veio experimentando ao longo de oito décadas  mudanças extremas e necessárias desde seu fundador Bolivar Bittencourt, passando pela Empresa Mercantil de responsabilidade da Igreja Católica, pelo Centro de Estudos Gerais e Oratória e pelo incansável e abnegado libanês Afif Rade aos dias atuais sob a direção do dinâmico empreendedor Darli Amaral.

No ano em que se comemora os 123 anos da imprensa araguarina, tendo como seu precursor o jornalista Tertuliano Goulart, natural de Estrela do Sul, fundador do primeiro periódico do Município – Jornal Araguary –, em 21 de abril de 1894, ressaltamos ainda mais essas oito gloriosas décadas de vida útil do Gazeta a serviço de Araguari e do Triângulo Mineiro.

Cobertura jornalística da visita da Miss Brasil, Marta Rocha, em Araguari, 1955

Cobertura jornalística da visita da Miss Brasil, Marta Rocha, em Araguari, 1955

 

Aquele jornalismo sertanista, interiorano, à época do mestre “Tula” da antiga Bagagem, se transformou num jornalismo crítico, apartidário, moderno, técnico e dinâmico acompanhando as grandes inovações e tecnologias, moldando às necessidades da sociedade voltada às inúmeras redes sociais e dispositivos eletrônicos que facilitaram na busca pela informação. Com essa nova filosofia de trabalho, em 2016, o site do Jornal Gazeta do Triângulo obteve mais de 1 milhão e meio de visualizações de páginas. Essa é a maior prova irrefutável de que o jornal está no caminho certo e com certeza continuará aumentando ainda mais a credibilidade perante seus leitores.

Parabéns Gazeta do Triângulo pelos oitenta anos de relevantes serviços prestados à sociedade araguarina e região!

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: