Domingo, 21 de Abril de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Nova realidade do Presídio de Araguari deve ser divulgada em breve pela Seap

sáb, 23 de março de 2019 05:56

Da Redação

Não é segredo para ninguém que a unidade prisional de Araguari se encontra muito além da sua capacidade para abrigar infratores da lei. Também é do conhecimento de muitos, os problemas enfrentados com a entrada de drogas, celulares e outros objetos. No entanto, em breve será divulgada a nova realidade do estabelecimento, inaugurado há 15 anos.

A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) informou que foi realizado o primeiro censo do sistema prisional de Minas Gerais, atingindo as 197 unidades, com o objetivo de mapear com detalhes os dados dos presos e a situação das mesmas, as quais sempre são motivos de reclamação.

Um dia foi reservado especificamente para as conferências individuais em cada cela ** Divulgação

Um dia foi reservado especificamente para as conferências individuais em cada cela
** Divulgação

 

Entre os problemas detectados está a superlotação, que acontece na grande maioria das penitenciárias não somente do Triângulo Mineiro, mas também em todo o território brasileiro, a exemplo dos presídios Professor Jacy de Assis, em Uberlândia, e Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba, e a unidade prisional do município de Araguari.

Durante o censo inédito, o governo de Minas informou que não houve movimentação de presos entre as unidades prisionais, exceto os casos de escoltas hospitalares ou audiências. Além disso, ressaltou que um dia foi reservado especificamente para as conferências individuais em cada cela.

Além da apuração dos dados, os estabelecimentos passarão a ter no sistema a localização física exata do preso dentro do presídio ou penitenciária, tendo em vista que estão sendo verificados em qual cela e pavilhão determinada pessoa está acautelada.

“Estou há mais de 10 anos no Estado e não me recordo de termos realizado uma conferência dessa forma. Tenho certeza que os eventuais problemas encontrados serão sanados e isso gera um ganho muito grande para o sistema como um todo”, disse um agente à reportagem.

CAPACIDADE

Segundo a Seap, Minas Gerais tem a segunda maior população prisional do Brasil, com cerca de 70 mil presos, mas a capacidade é para aproximadamente 30 mil detentos. Mas os números exatos devem sair junto com o resultado do censo. Confira a capacidade das unidades abrangidas pela 9ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp).

- Presídio de Araguari – capacidade: 174 vagas
- Presídio de Ituiutaba – capacidade: 208 vagas
- Presídio de Tupaciguara – capacidade: 102 vagas
- Presídio de Prata – capacidade: 49 vagas
- Presídio de Canápolis – capacidade: 86 vagas
- Presídio de Santa Vitória – capacidade: 56 vagas
- Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga, Uberlândia – capacidade: 400 vagas
- Presídio Professor Jacy de Assis, Uberlândia – capacidade: 940 vagas

 

INFORMATIZAÇÃO

Os sistemas informatizados são grandes aliados na gestão prisional. O SiGPRI, lançado há um ano, é responsável por armazenar e gerenciar as informações do Sistema Prisional. A nova ferramenta substituiu o INFOPEN (Sistema de Informações Penitenciárias) que usava a Plataforma Alta Main Fraime que exigia o uso de comandos complexos em uma tela de interação de difícil visualização.

Disponível na WEB (Rede Mundial de Computadores), o SIGPRI oferece um visual mais atrativo, agregando os conceitos de navegabilidade e usabilidade comuns às páginas da internet garantindo consultas mais dinâmicas e objetivas para os usuários, além da possibilidade de acesso de qualquer computador ou smartphone, o que garante o acesso à informação a qualquer hora e em qualquer lugar, facilitando a consulta dos gestores.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: