Terça-feira, 25 de Junho de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Negociação de dívida de guichês do Terminal Rodoviário Tancredo Neves é concluída

qui, 10 de janeiro de 2019 05:09

Da Redação

Arrecadação será voltada para melhorias no local, afirma Settrans

Conforme levantamento feito no ano passado, as empresas que utilizam os 12 guichês do Terminal Rodoviário Tancredo Neves, bem como a lanchonete, devem mais de R$ 400 mil à prefeitura, entre alugueis e repasse de taxas de embarque. Essa dívida é acumulada desde 2012 e foi renegociada pela secretaria de Trânsito, Transportes e Mobilidade urbana. “Em um momento tão difícil de qualquer administração ter recursos, verbas, estamos conseguindo arrecadar para poder investir na Rodoviária”, coloca o secretário da pasta, Luiz Antônio Lopes.

Dinheiro arrecadado será revertido em melhorias na Rodoviária

Dinheiro arrecadado será revertido em melhorias na Rodoviária

 

Conforme a secretaria, as empresas iniciaram o pagamento das parcelas ao final do ano passado e a verba arrecadada será volta a melhorias no local. “Estamos solicitando algumas mudanças, organizando licitações para fazer reformas dentro da rodoviária. O local corre o risco de ser interditado. Temos rachaduras, vazamentos, problemas de acessibilidade, entre diversos outros. Então, vamos usar esse dinheiro para isso”, explica Lopes.

Apesar de sugerido por outrem que a verba fosse aplicada no trânsito da cidade, o secretário afirma não ser uma alternativa coerente. “Foi aconselhado que fizéssemos um projeto de lei para mandar à Câmara Municipal a fim de usarmos esse dinheiro no trânsito também, mas não acredito que o povo daqui fique feliz de ver essa verba investida em outro local quando a Rodoviária possui tantas deficiências, defeitos complicados”.

De acordo com o secretário, foi entregue ontem, 9, ao prefeito Marcos Coelho de Carvalho (MDB) um documento com algumas das reformas necessárias para a Rodoviária. Entre elas estão: a transformação da estrutura de guichês em alvenaria; instalação de um hidrante; conserto de problemas estruturais; implantação de sistema de segurança por videomonitoramento e acessibilidade. “Acredito que, com taxa e alugueis atuais e o que foi parcelado, receberemos em torno de 15 a 20 milreais por mês, fora o que temos em caixa. Com isso dá para investir em acessibilidade, trabalhar na rodoviária como um todo”.

Nessa semana, o secretário espera concluir o processo licitatório para a lanchonete da Rodoviária. “Até semana que vem queremos concluir também a licitação dos guichês. A do bar está mais avançada, encontra-ser no jurídico para análise e o edital deve ser publicado em breve.”

A dívida

Até o final de 2017 as empresas deviam em aluguel mais de R$ 85 mil e em taxas o valor ultrapassa os R$ 308 mil. Em 2018, até o final de abril, os alugueis atrasados somam mais de R$ 10 mil e as taxas aproximadamente R$ 13 mil.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: