Quinta-feira, 21 de Março de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Memória de Virgínia Alcântara é relembrada através de Projeto de Decreto Legislativo

ter, 12 de março de 2019 05:07

Da Redação

O mês de março é marcado pelas homenagens às mulheres em todo o mundo. Pensando nisso o vereador Paulo do Vale (PV) propôs na última quinta-feira, 7, o Projeto de Decreto Legislativo 012/2019 que institui a criação da “Comenda Virgínia Alcântara”.

De acordo com ele, a intenção é perpetuar a memória de Virgínia Alcântara e homenagear mulheres que tenham contribuído com o desenvolvimento do município, em suas áreas de atuação. “A Comenda é uma distinção especial àquelas que se destacam em suas atividades profissionais e pessoais. Desta forma gostaríamos de homenagear as mulheres e lembrar que tivemos em nossa cidade a mais expressiva e ilustre araguarina. Um ícone de luta e grande defensora da mulher. A saudosa Virgínia deve ser sempre lembrada pelos seus feitos,” justificou.

A intenção da comenda é perpetuar a memória de Virgínia Alcântara e homenagear mulheres de Araguari

A intenção da comenda é perpetuar a memória de Virgínia Alcântara e homenagear mulheres de Araguari

Diante disso, o vereador propõe ainda que a comenda seja entregue durante cerimônia no mês de março. As agraciadas, além de receber medalha, também terão diplomas assinados pelos membros da mesa diretora do Legislativo e do Conselho Diretor.

Também está prevista a criação de uma sala especial na Câmara Municipal, onde haverá objetos e publicações referentes às homenageadas. Ficará a cargo do Conselho Diretor a aprovação de nomes para a concessão da comenda. “O poder Legislativo fixará as atribuições do Conselho Diretor, que ficará responsável por indicar personalidades para receber a honraria e demais deliberações sobre a comenda,” explicou.

Durante o período de vereança, Virgínia Alcântara trabalhou na elaboração de leis e ações voltadas à prevenção contra o câncer, além de apoio a movimentos e entidades sociais, com o intuito de ajudar o próximo. No discurso proferido por Paulo do Vale, foi detalhado um pouco da história de Virgínia. A parlamentar nasceu em 11 de agosto de 1964. Graduou-se em Geografia e Direito, fez pós-graduação em Geopolítica e exerceu várias funções em benefício de Araguari. O ingresso na política se deu no ano 2000, assumindo a direção de Comunicação e Cerimonial da Câmara Municipal de Araguari.

Candidatou-se pela primeira vez ao cargo de vereadora nas eleições de 2004, ficando na suplência pela coligação encabeçada pelo Partido dos Trabalhadores (PT). Em 2008, voltou a concorrer pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC) também não conseguindo se eleger. Porém, recebeu o convite para assumir a secretaria de Trabalho e Ação Social durante gestão de Marcos Coelho de Carvalho. No ano de 2013, assumiu a cadeira no Legislativo por quatro vezes, devido às licenças do então vereador César Batista de Oliveira. Somente em 2016, Virgínia Alcântara conquistou o título de vereadora. Ela “lutou bravamente até o dia 6 de julho de 2018”, quando faleceu no auge dos 53 anos.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: