Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Juízo Criminal adia sessões do Tribunal do Júri em Araguari

qua, 15 de julho de 2020 10:29

Da redação

Pelo menos oito réus seriam submetidos a julgamento pelo Tribunal do Júri da Comarca nos dias 4, 11 e 13 de agosto; 3, 8, 10, 15 e 17 de setembro, no entanto, a Primeira Vara Criminal decidiu adiar as sessões, tendo em vista o momento drástico da pandemia da Covid-19.

A informação foi confirmada pela Juíza Danielle Nunes Pozzer. Segundo ela, existia a expectativa de agilizar estes processos de crimes contra a vida, porém, no momento se torna inviável a realização dos júris, até porque os mesmos envolvem muitas pessoas, entre jurados, servidores da Justiça, das unidades prisionais e do Ministério Público e os próprios acusados.

A magistrada lembrou que, no ano passado houve um recorde de julgamentos populares em Araguari, numa resposta à sociedade, contudo, em 2020 a pandemia pegou a todos de surpresa.

Nos próximos dias, aconteceria o sorteio dos jurados que irão atuar nas sessões, tendo sido cancelado. Os acusados respondem por crimes contra a vida, ocorridos nos anos de 2004, 2013, 2017 e 2018, entre homicídio tentados e consumados, além de um estupro seguido de homicídio.

Dentre as vítimas estão João Pedro – Teló (bairro Goiás), Antônio Tibúrcio Júnior (bairro Novo Horizonte), Poliana Carolina Vaz (bairro Independência), Johnathan Coelho Azevedo (bairro Santa Helena) e Fabiano César Malaquias (bairro São Sebastião). Este último, o autor foi julgado e condenado. A ex-mulher de Fabiano é acusada de encomendar a morte do mesmo.

A informação foi confirmada pela Juíza Danielle Nunes Pozzer. Segundo ela, existia a expectativa de agilizar estes processos de crimes contra a vida, porém, no momento se torna inviável a realização dos júris, até porque os mesmos envolvem muitas pessoas, entre jurados, servidores da Justiça, das unidades prisionais e do Ministério Público e os próprios acusados.

A magistrada lembrou que no ano passado, houve um recorde de julgamentos populares em Araguari, numa resposta à sociedade, contudo, em 2020 a pandemia pegou a todos de surpresa.

Nos próximos dias aconteceria o sorteio dos jurados que irão atuar nas sessões, sendo cancelado. Os acusados respondem por crimes contra a vida, ocorridos nos anos de 2004, 2013, 2017 e 2018, entre homicídio tentados e consumados, além de um estupro seguido de homicídio.

Dentre as vítimas estão João Pedro – Teló (bairro Goiás), Antônio Tibúrcio Júnior (bairro Novo Horizonte), Poliana Carolina Vaz (bairro Independência), Johnathan Coelho Azevedo (bairro Santa Helena) e Fabiano César Malaquias (bairro São Sebastião). Este último, o autor foi julgado e condenado. A ex-mulher de Fabiano é acusada de encomendar a morte do mesmo.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: