Terça-feira, 07 de Abril de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Investigados no “caso Mayke Fazolin” serão interrogados dia 17 no Fórum de Araguari

sex, 6 de março de 2020 05:34

Da Redação

Em outubro do ano passado, uma faixa foi estampada no canteiro da avenida Coronel Theodolino Pereira de Araújo, em frente à entrada principal do Fórum Doutor Oswaldo Pierucceti, com o pedido de Justiça no “caso Maike Fazolin”. Ela foi exposta novamente no referido local na expectativa da audiência de instrução e julgamento programada para o próximo dia 17, a partir de 14h.

Faixa pedindo Justiça foi novamente estampada em frente ao Fórum ** Gazeta do Triângulo

Faixa pedindo Justiça foi novamente estampada em frente ao Fórum
** Gazeta do Triângulo

 

Na ocasião, o Juízo da Primeira Vara Criminal irá interrogar dois irmãos, 20 e 34 anos, denunciados pelo homicídio que vitimou Maike Henrique Fazolim, 22 anos, na manhã de 30 de julho de 2019, na rua Araguaia, bairro Brasília. Também deverão ser ouvidas testemunhas e a equipe de perícia que atuou no crime. Depois, o próximo passo será decidir se a dupla irá a julgamento pelo Tribunal do Júri.

O jovem foi morto a caminho do trabalho, por volta de 7h. Os criminosos estavam numa motocicleta e encurralaram a vítima, alvejada por vários disparos nas costas, na cabeça e axilas, além de um tiro de raspão no lado esquerdo do peito. Maike ainda tentou correr, mas caiu na calçada. Ele teve politraumatismo pérfuro-contuso, segundo os laudos.

A investigação da Polícia Civil foi minuciosa, com imagens do local do crime, da rodovia BR-050, quebra de sigilos telefônicos, oitiva de testemunhas entre outras provas cruciais, chegando até os dois irmãos, que teriam cometido o homicídio por motivo fútil, uma vez que Mayke tinha se relacionado anteriormente com a namorada de um dos acusados e este não estaria satisfeito com a situação. Na fatídica manhã, de acordo com a denúncia, ele dirigia a moto, enquanto seu irmão desceu e efetuou os disparos fatais.

Os investigados foram capturados em Uberlândia e Caldas Novas. Foram ouvidos e reservaram o direito de se manifestar somente no Fórum. O mais jovem veio transferido de Goiás para Araguari, enquanto o outro se encontra recolhido no Presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia. Ambos tiveram a prisão preventiva decretada.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: