Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Incêndios florestais têm atingido grandes proporções nas redondezas do município

qui, 15 de agosto de 2019 05:57

por Laura Alvarenga

O tempo seco das últimas semanas tem colaborado gradativamente em queimadas florestais pelas redondezas do município. Na tarde da última terça-feira, a 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros Militar de Araguari, atendeu a uma ocorrência de incêndio florestal no km 28 da LMG 748.

Bombeiros fazem alerta para a população não usar o fogo como meio de limpeza mais fácil

Bombeiros fazem alerta para a população não usar o fogo como meio de limpeza mais fácil

 

Considerado como um sinistro de grandes proporções, o fogo atingiu a pastagem e palhadas de milho da Fazenda dos Buritis, situada próxima ao trevo de acesso ao município de Indianópolis, queimando cerca de 40 hectares de vegetação. Ainda não se sabe a causa do incêndio.

A equipe do Corpo de Bombeiros se deslocou até o local com três militares, no intuito de cessarem o fogo. Na ocasião, trabalhadores da fazenda que se faziam presentes, ajudaram no combate às chamas. Ao todo foram 18 trabalhadores que auxiliaram no trabalho dos bombeiros. Além disso, dois tratores foram usados para fazer o aceiro em volta do incêndio, com o objetivo de direcionar o fogo para o meio e fazer o controle até que fosse totalmente apagado.

De acordo com a assessora do Corpo de Bombeiros, Adriana Campos, a companhia atende em média de cinco a sete ocorrências de incêndios em pastagem, lotes vagos, reservas, vegetações e afins diariamente. Na maior parte das vezes, a causa das queimadas é de origem criminosa. “A pessoa vai colocar fogo no lixo e o fogo se espalha. Ou tem aqueles que queimam mesmo para limpar o lote. Em áreas rurais, muitas vezes a pessoa vai queimar um ‘matinho’ e o fogo sai de controle’”.

A recomendação dos militares é não usar o fogo como recurso para limpeza, especialmente em lotes vagos. Adriana ressaltou que a fumaça também pode causar transtornos com a comunidade vizinha, além de atrapalhar o trânsito dentro da cidade e nas rodovias causando acidentes.

“Não jogar tocos de cigarro acesos nas rodovias, não deixar crianças brincando com fósforo, até garrafas pet descartadas incorretamente podem causar incêndios. As garrafas simulam a brincadeira com lupa, causando fagulhas que podem desenvolver grandes incêndios”, ressaltou a assessora, lembrando que 98% dos incêndios são causados por humanos.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: