Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Homem é preso por maus tratos a animal no bairro Novo Horizonte

qua, 5 de fevereiro de 2014 00:45

Égua não resistiu aos ferimentos e morreu na
tarde de ontem; pena do autor poderá aumentar

Apesar de ter sido resgatado, animal não conseguiu se recuperar dos ferimentos e morreu. Foto: Aproama

Apesar de ter sido resgatado, animal não conseguiu se recuperar dos ferimentos e morreu. Foto: Aproama

DA REDAÇÃO – Na segunda-feira, 3, uma equipe do 4º Pelotão de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário presenciou uma cena de maus tratos a animal no bairro Novo Horizonte. Na rua Otacílio Pinto de Oliveira, um homem puxava uma égua magra, amarrada na parte de trás de uma carroça conduzida por outro cavalo. Devido à fraqueza e ferimentos no corpo, ela não conseguiu mais andar e caiu no chão.

Os militares acionaram o veterinário da APROAMA – Associação Protetora dos Animais e Meio Ambiente de Araguari, que constatou o crime. “O animal estava bastante machucado e magro. Somente com o parecer do veterinário comprovando o crime é que o autor pode ser autuado,” explicou Marco Sales, voluntário da associação.

O autor recebeu voz de prisão por ter contrariado o Artigo 32 da Lei 9.605/98, “Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.” A pena prevista é detenção de três meses a um ano e multa.

Depois de receber cuidados médicos, o equino foi levado para o Curral Municipal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde de ontem. Quando ocorre morte do animal, a pena de reclusão é aumentada de um sexto a um terço.

O poder público tem a intenção de emplacar as carroças com o objetivo de diminuir esse tipo de prática criminosa e também para evitar o descarte de entulho pela cidade. A APROAMA tem um posicionamento mais radical, defendendo a abolição do meio de transporte. “Reconhecemos que existem os carroceiros bons, mas alguns são inescrupulosos e não reconhecem que o animal ajuda em seu sustento,” declarou Marco.

3 Comentários

  1. Ana Paua disse:

    Mas a gente denuncia e nada é feito…

  2. olinda caruso disse:

    Nada de emplacar carroças , tem que ser abolido .

  3. Ednamar Vieira da Silva disse:

    Deveria ser uma pena maior, pois além de tudo a pessoa paga através de um serviço comunitário ou cesta básicas e tudo se resolve, é um absurdo!

Deixe seu comentário: