Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Governo federal garante permanência de mamografias gratuitas

sáb, 15 de fevereiro de 2014 01:23

Após especulações, Ministério da Saúde esclarece mudanças nos exames

P.J. GODOY – O governo federal repudiou as informações difundidas na última semana por entidades de medicina. Após rumores da redução na oferta gratuita de exames de mamografia, o Ministério da Saúde classificou a hipótese como falsa e, garantiu os procedimentos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em nota, o órgão federal esclareceu a nova portaria 1.253/2013, que desde dezembro do ano anterior, altera apenas a forma de repasse das verbas. “Os fatos noticiados durante a última semana são falsos e desprovidos de respaldo científico. A portaria não restringe o acesso das mulheres brasileiras à mamografia, nem limita o financiamento às secretarias de Saúde. No SUS, os procedimentos são bilaterais para rastreamento e unilateral para diagnóstico”, ratifica.

Com base no esclarecimento, a fim de aprimorar os recursos oferecidos para estados e municípios, foi modificada a forma de pagamento. Assim, o procedimento de mamografia bilateral, anteriormente financiado pelo Fundo de Ações Estratégicas e Compensações, passa a valer apenas para as idades entre 50 e 69 anos. Enquanto isso, as demais faixas etárias remetem ao financiamento do bloco “Teto da Média e Alta Complexidade”.

Representando o caminho mais eficaz para o diagnóstico precoce do câncer de mama, a mamografia detém sucesso na descoberta de 95% dos casos com antecedência. A importância do exame se torna ainda maior, uma vez que a doença é a segunda maior causadora de morte em mulheres, com 12 mil vítimas anuais no país.

Em Araguari, o câncer de mama lidera os casos da enfermidade, seguido por males ginecológicos e no pulmão. Para controlar a situação, a secretaria de Saúde conta com uma unidade credenciada pelo SUS e a equipe da Atenção Primária voltada às medidas de prevenção. De acordo com o governo federal, o investimento total para a realização de exames, diagnóstico e tratamento em oncologia aumentou 26% em três anos, alcançando R$ 2,4 bilhões.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: