Quinta-feira, 27 de Junho de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Gazeta – 82 anos de relevantes serviços prestados aos araguarinos

qui, 7 de março de 2019 05:41

Por Edmar César

Rompendo a barreira do tempo, fundado em 7 de março de 1937, o Jornal Gazeta do Triângulo completa, hoje, oitenta e dois anos de atividades ininterruptas em nome da informação com isenção, profissionalismo, responsabilidade e coerência.

Depois de nove anos da fundação do “grande jornal dos mineiros”, um dos mais importantes jornais do estado – O Estado de Minas – no mesmo dia de seu nascimento, 7 de março, eis que surge o Jornal Gazeta do Triângulo, o mais antigo jornal em atividades do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Data expressiva e histórica, pois assinalou um novo tempo na imprensa araguarina com relevantes serviços prestados à comunidade.

De Bolivar Bittencourt, seu fundador, ao empresário Darli Amaral, o continuador, de 1937 a 2019; com certeza, somente com ousadia, coragem, determinação, administração e, principalmente, idealismo e comprometimento é que a Gazeta ultrapassou inúmeros óbices para galgar o podium do octogenário segundo ano de sua criação.

Há sim, com dever de justiça e de direito comemorar essa data ímpar no calendário da imprensa local, pois, somente aqueles que conhecem a história de peregrinação deste jornal em suas fases mais agudas e cruciais sabem o quanto houve de necessidade das doses de sacrifício, inteligência e amor à causa jornalística para mantê-lo vivo e participativo no contexto do desenvolvimento desse município. O mais importante é que ao Gazeta não coube o mesmo destino e a trajetória de outros tantos jornais da cidade e região, que por inúmeras e variadas razões, surgiram e se foram sem o fôlego do ressurgimento.

A Gazeta, ao longo do tempo, como cerne robusto e firme; envergou, mas jamais quebrou, como mostra sua verdadeira e fascinante história contada em versos e prosas. Sua luta e conquistas edificantes em prol da vida ativa de uma imprensa forte e independente, nesses oitenta e dois anos de existência, o fez se tornar imprescindível no dia a dia do povo araguarino. A Gazeta soube, com o tempo e com a maestria de seus diretores e equipe de produção, driblar o tempo e as dificuldades, superando as mais árduas e renhidas dificuldades encontradas pelo caminho numa busca incessante para cumprir sua missão.

Hoje, sem medo de errar, a imprensa necessita da Gazeta para dar vida à própria imprensa. Sua edição diária está em todos os lugares e não há como ficar sem ler suas páginas diversificadas que nos atualizam e nos informam sobre todos os acontecimentos, os fatos excepcionais e os corriqueiros, notícias e reportagens que colaboram com o cidadão para se manter atento ao cotidiano e ao interesse da cidade.  Todos os dias, a Gazeta, alimenta e complementa as informações precisas dos programas jornalísticos das emissoras de rádio, TV Web e redes sociais de Araguari, constituindo-se numa ferramenta de trabalho indispensável e em fonte de consulta de apoio às demais redações dos órgãos de imprensa.

Desde seus primeiros funcionários e colaboradores daquela alvorada de 7 de março de 1937, a começar pelo proprietário Bolivar Bittencourt que foi o primeiro maquinista dessa locomotiva que contou com o redator e diretor Dr. João Alamy Filho e Odilon Paes de Almeida, respectivamente, até a alvorada deste 7 de março de 2019, edição número 10.188, locomotiva essa conduzida, atualmente,  pelo empresário Dr. Darli Amaral, tendo na boleia jornalística o editor Márcio Marques e uma equipe de funcionários altamente dedicados e capacitados, além de inúmeros colaboradores que nutrem pelo jornal invejável carinho e atenção especial, seguem, todos juntos, a mesma linha e o mesmo norte daquele que se constituiu como o símbolo da Gazeta, o incansável Afif Rade. A esse saudoso libanês-brasileiro, conselheiro mor dessa composição que irradia luz, entretenimentoe conhecimento pela estrada afora, instigando a seus leitores a crítica, a formação de opinião e concitando maior participação nas ações da sociedade, a nossa reverência e o reconhecimento de seu esforço hercúleo para chegar ao período de transição quando passou a batuta do comando da Gazeta ao diretor atual, Darli Amaral.

A Gazeta segue nos trilhos da informação os mesmos ideais de luta e de entrega daqueles que fizeram parte da história da imprensa araguarina, visando trazer ao progresso da nossa região, desde tempos idos, a força viva e forte do idealismo, no combate pelos bons princípios, na defesa intransigente dos interesses populares e das mais caras tradições do Município. Combatendo com a necessária tenacidade, dentro dos princípios que devem nortear a boa imprensa, a imprensa desambiciosa, que se deseja bem servir a Pátria, conforme consta na orientação de seus pioneiros na edição histórica daquele  7 de março de 1937.

Como conhecedor da trajetória vitoriosa desse jornal, vimos que, desde seu primeiro ano de fundação refletia o que ele viria a ser no futuro o qual vivemos, atualmente, registrando sua mudança e transformação ocupando posição estratégica de destaque na imprensa local e regional pela sua modernidade e atualização com os novos incrementos e dispositivos apresentados e renovados durante a linha do tempo. Em apenas um ano de circulação, a Gazeta conseguiu cativar seus leitores, passando mensagens positivas, auxiliando a comunidade nas atividades de assistência social, influenciando no dinamismo da cidade, impulsionando as autoridades ao crescimento do município, formando opiniões e ocupando seu espaço em Araguari e em toda a região. A Gazeta de antanho se transformou numa grande empresa de comunicação onde o jornalismo é levado a sério sendo a meta principal, a informação com credibilidade.

Passados 82 anos é certo que as etapas vencidas representam para a equipe Gazeta do Triângulo vitórias gratas a estimular, ainda mais, o compromisso de informar, diariamente, sempre. A cada passo dado rumo ao futuro, a Gazeta conquista mais leitores em todo o Brasil, atingindo pontos diversos desse rincão nacional, levando a melhor informação, registrando por meio de seus componentes a verdade dos fatos ocorridos diariamente, os quais contam, cronologicamente, a história do nosso município.

Sem perder a sua essência original, a Gazeta permanece ao longo dos anos sem desviar dos ideais que motivaram sua fundação, correspondendo, sempre, à confiança de seus leitores, assinantes, anunciantes, colaboradores e amigos, deixando livres as colunas deste jornal para manifestações e opiniões, como asseverou seu fundador.

Passa-se o tempo, passam-se as pessoas, mas, o ideal do jornalismo sério e a essência e a integridade da alma de seus diretores; de ontem e de hoje, com certeza, permanecerão vivos na memória de cada um que teve a honra e o orgulho de fazer parte dessa grande história de realização do Jornal Gazeta do Triângulo de Araguari.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: