Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Fumar de vez em quando também é prejudicial à saúde?

qua, 1 de abril de 2015 05:00

por Dr. Paulo Leite

Abertura-saude-alerta

Claro que sim. Quem fuma socialmente, isto é, apenas quando sai com os amigos, quando ingere bebidas alcóolicas (geralmente aos fins de semana), costuma crer que não está prejudicando seu organismo. No entanto, o risco desse hábito não é pequeno. Muitas vezes, chegam a ser os mesmos de quem fuma frequentemente.

Um estudo recente, divulgado por pesquisadores da Universidade de Northumbria, na Inglaterra, revela que os danos que o cigarro causa para a memória são os mesmos para quem fuma com menos ou mais frequência. Na análise, 28 estudantes foram divididos em três grupos, entre fumantes de final de semana, jovens que fumavam diariamente e jovens que nunca haviam fumado.

Cada um deles deveria lembrar-se de fazer tarefas simples, como enviar uma mensagem a um amigo ou fazer compras em uma loja em determinados momentos. Os dois grupos de fumantes se saíram significativamente pior do que o de estudantes que nunca haviam fumado, e dentro do grupo de tabagistas não havia diferença entre aqueles que fumavam pouco ou muito. A perda da memória está associada às degenerações que o cigarro causa a células do cérebro, podendo inclusive diminuir o seu tamanho.

Ao fumar, algumas substâncias do cigarro tornam mais fácil o processo de adesão de placas de gordura às paredes dos vasos sanguíneos, fazendo com que se formem coágulos e a passagem do sangue fique mais difícil ou se interrompa totalmente. Quando esse bloqueio acontece em uma artéria do coração, o indivíduo infarta. Todas as substâncias presentes no cigarro são responsáveis por uma série de doenças em nosso organismo, desde uma simples cárie até o câncer.

 Um fumante irregular se expõe aos riscos do cigarro. Um tabagista possui dez vezes mais chance de desenvolver câncer de pulmão, cinco vezes mais chance de infarto do miocárdio e enfisema pulmonar e duas vezes mais chance de AVC (acidente vascular cerebral). Diversos outros aspectos também são influenciados pelo cigarro de fim de semana, como a potência sexual. Para as mulheres, o risco pode ser até pior. Dependendo do número de cigarros que se fuma, há risco de aumento na incidência de câncer de mama, mesmo para mulheres que fumam pequenas quantidades de cigarro durante a vida.

Concluindo, passou da hora de dizer adeus ao cigarro.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: