Terça-feira, 12 de Novembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Frigorífico Prosperidad será reaberto

sex, 12 de julho de 2019 05:26

por Laura Alvarenga

Após seis meses com as atividades suspensas, o frigorífico Prosperidad está em período de organização dos últimos trâmites para a reinauguração ainda no final do mês de julho. Para que a reabertura seja possível, a empresa conta com o apoio da prefeitura através da secretaria de Desenvolvimento e Turismo e do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Cerca de 100 vagas de emprego serão ofertadas pelo Sine

Cerca de 100 vagas de emprego serão ofertadas pelo Sine

 

Conhecido anteriormente pelos nomes de Frigorífico Fava e Avante, a empresa em ação no mercado desde 1961, trabalha com o abate e desossa de equídeos, através do fornecimento de carne congelada e/ou resfriada, exportando para a Europa, África do Sul, Japão, Egito, Vietnam, China e, em um futuro breve, Rússia. No Brasil, as atividades da companhia giram em torno do fornecimento de carne para a indústria opoterápica na renomada fábrica brasileira de vacinas, VALLEE S/A.

Em dezembro de 2018 o frigorífico precisou dar fim às operações. O motivo foi um anúncio feito pelo Ministério da Agricultura desabilitando os frigoríficos de abate de equídeos no Brasil para o consumo humano destinados à comunidade Europeia. Como tentativa de reverter a situação, a empresa decidiu exportar os produtos oferecidos para indústrias de Petfood, também na Europa. Contudo, o lucro não foi o esperado e os baixos preços obtidos resultaram no fechamento da empresa.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento e Turismo, Juberson dos Santos Melo, a secretaria trabalha em parceria fazendo a ponte com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), além do convênio com o Serviço de Inspeção Federal (SIF), possibilitando a disponibilização de servidores públicos para realizar a inspeção do produto oferecido pelo frigorífico.

O Sine também realizará um trabalho conjunto com a secretaria responsável e a empresa através da análise e oferta das vagas de emprego que irão cumprir a demanda do frigorífico. Ao todo o quadro de funcionários contará com 100 colaboradores, sendo 20 destas vagas direcionadas para o cargo de Magarefe – pessoa que faz o abate e desossa com o uso de faca – além de cargos para Auxiliar de Produção.

Segundo o gerente do frigorífico, Eduardo Barbosa de Sousa, a equipe trabalha para que até o final de julho os abates possam ser feitos normalmente. “Estamos efetuando manutenções prediais e em equipamentos para que o Ministério da Agricultura (MAPA) possa nos fornecer a liberação para retomada dos trabalhos ainda na próxima semana, e assim possamos dar sequência na reabertura”.

O secretário de Desenvolvimento ainda informou que a pasta “detectou melhorias no acesso ao frigorífico”, reparando buracos e a sinalização na entrada da empresa. Eduardo Barbosa ressaltou que o frigorífico faz parte da história de Araguari, e “estamos bastante ansiosos por sua reabertura, visto que contribuirá para o crescimento de nossa cidade”.

1 Comentário

  1. Guilherme Caetano de sousa disse:

    SRS políticos parem de querer enganar ao cidadãos de nossa cidade

Deixe seu comentário: