Domingo, 05 de Abril de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Foliões devem redobrar cuidados quanto a infecções sexualmente transmissíveis durante o Carnaval

qui, 20 de fevereiro de 2020 05:56

Da Redação

Em época de folia o cuidado com a saúde deve ser redobrado. Neste período de Carnaval, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) orienta sobre a importância da prevenção através do uso de camisinhas em todas as relações sexuais. A ação é primordial para prevenir HIV/Aids, hepatites, sífilis e demais Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s). Embora os cuidados devam ocorrer em todas as ocasiões, o período carnavalesco é propício ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas que podem levar à prática de atos sexuais.

Centro de Apoio Especializado continua a distr

Centro de Apoio Especializado continua a distribuir preservativos durante os dias de Carnaval

 

No intuito de reforçar essa prevenção, a SES-MG irá distribuir mais de oito milhões de preservativos em todo o estado de Minas Gerais durante as festas. Em complemento, ainda foi lançada a campanha “Camisinha. Em qualquer bloco, ela veste bem”. A ação visa estimular a proteção como meio de prevenir infecções sexualmente transmissíveis. Também haverá a disponibilização de materiais informativos por meio das mídias sociais (Instagram, Whatsapp, Facebook), no site: www.saude.mg.gov.br/sexoseguro, em locais como outdoors, abrigo de ônibus, backbus e no serviço de streaming Spotify.

Em nota, a coordenadora de IST, Aids e Hepatites Virais da SES-MG, Mayara Marques de Almeida, reforça que a preocupação deve ser constante, mas este é um período em que as pessoas ficam mais expostas às ISTs. “Por ser um evento de grande relevância em quantitativo de pessoas, o Carnaval se torna uma ocasião em que há um alto consumo de álcool, o que eleva o risco das pessoas terem relação sexual sem proteção. Por isso, existe a necessidade maior de divulgação das formas de prevenção para o público que frequenta esta festividade, principalmente os jovens, que são a maioria”.

A coordenadora ainda falou sobre a existência de outros cuidados disponíveis à população. Um deles se trata da Profilaxia Pós-Exposição (PEP) a qual consiste no uso de medicação após uma exposição ao vírus e a Profilaxia Pré-Exposição (PREP) que consiste no uso de medicamentos como forma de prevenção ao HIV.

Em Minas Gerais, entre 2009 a 2019, foram notificados 44.879 casos de HIV/Aids. A maior concentração de casos está na faixa etária de 20 a 34 anos. Essa predominância na faixa etária mais jovem está ligada a diversos fatores, entre eles, a ampliação do diagnóstico por meio da testagem rápida, a variabilidade de parceiros, a falta de prevenção e o uso de drogas lícitas e ilícitas.

Outra doença tão preocupante quanto o HIV é a Sífilis que teve um avanço considerável em todo o país. Nos últimos dez anos foram notificados 62.695 casos de Sífilis adquirida no Estado. Esse crescente aumento pode ser atribuído a alguns fatores como, a redução do uso de preservativos nas relações sexuais e a ampliação do diagnóstico através da testagem rápida na Atenção Primária à Saúde e fortalecimento da vigilância do agravo.

No município, de acordo com Simone Guirelli, coordenadora do Centro de Apoio Especializado (Cae) não terá uma campanha específica durante o Carnaval. Ela afirmou que o departamento realiza durante todo o ano a distribuição de preservativos, que continuará a disposição nos próximos dias, bem como para a realização dos testes rápidos.

Este ano, as ações acontecerão após o Carnaval, através de testagens rápidas nos bairros Bela Suíça I, II e III, Portal dos Ipês I e II, Portal de Fátima, bem como, nos distritos de Amanhece e Piracaíba, e zonas de prostituição. Simone Guirelli ainda disse que, os bairros que tiverem interesse em participarem da testagem rápida, devem fazer a requisição através dos números: 3241-8808 ou 3690-3023. Nas regiões que não possuírem Unidades Básicas de Saúde (UBS), o Cae executará um trabalho em conjunto com o Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos (Imepac).

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: