Quarta-feira, 24 de Maio de 2017
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Falta de repasse na gestão passada atrasa convocação dos aprovados em processo seletivo da UPA

sex, 19 de maio de 2017 05:30

por Mel Soares

O primeiro processo de contratação para preenchimento de vagas na Organização Social (OS) Missão Sal da Terra, responsável pela gestão compartilhada da Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 Horas, foi realizado no final do primeiro semestre de 2016 em caráter emergencial.

No mês de setembro foi promovido processo seletivo resultando na aprovação de 209 candidatos, destes 80 foram chamados. Os cargos compõem diversas áreas, dentre elas, administrativa, farmacêutica, assistência social, radiologia, enfermaria, médica, de manutenções e segurança do trabalho.

Organização Social (OS) Missão Sal da Terra, responsável pela gestão compartilhada da UPA 24 Horas

Organização Social (OS) Missão Sal da Terra, responsável pela gestão compartilhada da UPA 24 Horas

 

Conforme informações do coordenador de Recursos Humanos da Missão Sal da Terra, Vanderlei Antônio Gomes, ainda falta a contratação de selecionados em técnico em radiologia, auxiliar administrativo, enfermeiro, assistente social, motorista, maqueiro, porteiro e assistente social.

As substituições foram iniciadas no mês de dezembro e retomadas neste ano conforme acordo com o Ministério Público (MP) que deu o prazo de seis meses para substituição das vagas. O coordenador afirma que o processo seletivo tem validade de um ano e pode ser prorrogado por mais 365 dias, mas o objetivo é finalizar a contratação nos próximos três meses.

No início do ano, a prefeitura anunciou que a gestão passada deixou dívidas relativas aos repasses a UPA, o que gerou atraso no pagamento dos funcionários e dificuldades da OS em arcar com despesas referentes a rescisão de contratos com os profissionais que seriam substituídos.

Em funcionamento desde o mês de julho do ano passado, o número de pacientes que passam pelo local mensalmente saltou de 3 mil em 2016 para 5 mil em abril de 2017.

A Unidade de Pronto Atendimento é a porta de entrada de casos de urgência e emergência como vítimas de acidente, agressão e tentativa de homicídio.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: