Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Falta de apoio compromete o futuro do Centro de Recuperação de Alcoólatras

sáb, 15 de março de 2014 00:32
Há 33 anos em Araguari, entidade lida com dificuldades para atender a população

P.J. GODOY – Uma das entidades sociais de maior tradição não sabe como seguir em Araguari. Sem incentivos do governo municipal, o Centro de Recuperação de Alcoólatras (Cerea) enfrenta dificuldades para conduzir as ações prestadas à população.

Fundada em 1970 no Rio de Janeiro, a instituição foi difundida em diversas regiões do país, chegando a Araguari em 1981. Mais de 30 anos depois, o Cerea resiste com a ajuda de terceiros. Enquanto a memória da entidade permanece em evidência, o futuro parece cada vez mais incerto.

É o que aponta o vice-presidente da unidade em Araguari. Aos 75 anos, Alziro Francisco da Luz aponta a necessidade do apoio para dar sequência aos trabalhos.

“É uma constituição composta por 15 pessoas que se uniram para buscar soluções ao problema de muitas famílias brasileiras. Como é uma entidade filantrópica, precisamos da boa vontade de todos e de incentivo para oferecer melhores condições. Há mais de trinta anos superei o vício e conheço a importância do apoio nessas situações”, explanou.

Há 30 anos na instituição, Alziro da Luz anseia por respostas quanto a promessas da gestão municipal. Segundo ele, as necessidades ultrapassam a demanda financeira.

“Na administração anterior, recebíamos R$ 2 mil de subvenção. Assim que o Raul Belém (PP) assumiu, ele garantiu seguir com o incentivo, o que não ocorreu. Desde o início do atual mandato, ninguém da prefeitura visitou a entidade ou procurou saber da nossa situação. São contas de água, energia, necessidade de reforma e falta de material de limpeza. Muitas vezes, não temos sequer o que servir aos participantes”, conta.

Recentemente, o Consórcio Capim Branco visitou uma série de instituições a fim de amenizar as dificuldades no município. Uma das entidades agraciadas com o apoio foi o Cerea, que recebeu a reforma completa da estrutura.

PEDIDO

Essa semana, o vereador Cezar Batista de Oliveira “Cezinha” (SDD) apresentou um requerimento no Legislativo, a fim de que o Executivo retome os recursos oferecidos à unidade. Em entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo, ele explicou a proposta.

“Solicitei que a subvenção seja repassada conforme aprovação na Câmara Municipal. O Cerea é uma entidade de tradição em Araguari e precisa de um incentivo maior. Acredito que esse seja um problema de grande parte das instituições sociais no município, que se desdobram para atender a comunidade. Pedi caráter de urgência e espero um retorno o mais breve possível”, ratificou.

Conforme apurou a reportagem, em cidades de menores proporções, como o Prata, o Cerea chega a receber R$ 1.500,00 mensais do governo municipal. Em Araguari, a instituição está situada na rua Marcílio Dias, 600, bairro Amorim. Para outras informações, basta entrar em contato pelo telefone: 8805.5804.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: