Terça-feira, 14 de Julho de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Executivo promove reuniões com lideranças para organizar rede hospitalar municipal

sex, 26 de junho de 2020 11:22

Da Redação

 

A Secretaria de Saúde informou que tem se mobilizado para organizar a rede hospitalar do município.

A Secretaria de Saúde informou que tem se mobilizado para organizar a rede hospitalar do município.

Com o aumento de casos e a aproximação do pico da pandemia de coronavírus em Minas Gerais estimado para acontecer em 14 de julho, os municípios tem se mobilizado para definir medidas efetivas no combate à covid-19. Araguari, por exemplo, está passando por um momento de mudanças que visam organizar a rede hospitalar para atender à demanda de pacientes infectados pela doença. Em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, a reportagem foi informada que várias reuniões têm sido promovidas nos últimos dias para verificar o fluxo de transmissão do coronavirus no município, onde há cerca de 342 confirmações da doença. Além disso, há ainda cinco óbitos confirmados e quatro suspeitos, conforme o boletim epidemiológico divulgado pela pasta municipal.

Em contrapartida, o informativo da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) continua apesentando números menores, tendo 148 casos confirmados da doença e três óbitos. “Também estamos em tratativas com a rede hospitalar do município e organizações de saúde, como o grupo Missão Sal da Terra, para definir o que será feito nos próximos dias. A prefeitura está unindo todas as frentes médicas do município e organizando ações visando o combate ao coronavirus na cidade”, afirmou o subsecretário Saulo Borges.

Além disso, o Executivo informou que o município possui recursos em caixa para serem investidos na saúde pública, como por exemplo, verbas parlamentares para a Atenção Básica, para compra de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e insumos para minimizar os riscos de contágio, além de verba para ser utilizada na área de Ação Social, bem como, a aquisição de exames para detectar a doença.

Em nota, a gestão municipal também destacou que possui recurso viabilizado através do deputado estadual Doorgal Andrada (PATRI), no valor de R$200.000,00, para ser utilizado no Hospital de Campanha, local que tem sido alvo de constantes reclamações devido às obras para reestruturação e as denúncias relacionadas à falta de leitos.  No que diz respeito à segurança daqueles que estão na linha de frente do trabalho de enfrentamento à doença, nesta quinta-feira, 25, a FIEMG Regional Vale do Paranaíba também entregou mais uma doação de um lote, contendo mil máscaras, desta vez para uso das Polícias Civil e Militar de Araguari.

A iniciativa atende a uma solicitação do presidente da Câmara Municipal vereador Wesley Lucas (PATRI), que acompanhou a entrega. Na oportunidade, Mauro Cunha, presidente do Sindicato da Indústria de Alimentação de Araguari (SINDIAA) e diretor da FIEMG Regional Vale do Paranaíba, ressaltou que a FIEMG continua atenta às ações que possam ajudar o município diante dessa pandemia. No total, cerca de duas mil máscaras já foram doadas pela FIEMG. A entrega contou ainda com a presença do delegado regional, Wilton José Fernandes, o investigador Carlos Freire, bem como, o tenente Jessé Sechuts Dualdo, representando a polícia Militar, acompanhado pelo cabo Juliano e tenente Washington.

- A FIEMG Regional Vale do Paranaíba também entregou mais uma doação de mil máscaras, desta vez para uso das Polícias Civil e Militar de Araguari

– A FIEMG Regional Vale do Paranaíba também entregou mais uma doação de mil máscaras, desta vez para uso das Polícias Civil e Militar de Araguari

 

Na região do Triangulo Mineiro, o número de casos confirmados e óbitos têm aumentado rapidamente. O cenário preocupa, principalmente em Uberlândia, onde a taxa de ocupação dos leitos da rede municipal está em 97%. Estatística de hospitalização apresentada pela Saúde aponta que mais de quatro mil pessoas precisaram de internação nas redes pública ou particular após serem infectadas.

Analisando o boletim estadual é possível observar que a doença já ataca moradores de 652 municípios de Minas Gerais, ou seja, cerca de 76% dos 853 aqui existentes. Agora, o estado contabiliza 32.769 infectados. O número de óbitos também aumentou e, pela primeira vez, está acima de 800. Até o momento, 806 pessoas perderam a vida para a doença na região – eram 771 óbitos na quarta-feira, dia em que aconteceu recorde de novas mortes confirmadas pela pasta.

1 Comentário

  1. Anônimo disse:

    O Doorgal é um deputado que não fica de picuinha com ninguém e nem com a cidade, só procura ajudar.

Deixe seu comentário: