Domingo, 21 de Abril de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Estudante de enfermagem se desdobra para representar Araguari em campeonato nacional de fisiculturismo

sáb, 23 de março de 2019 05:58

por Luiz Muílla

Ana Paula Santos não esconde a ansiedade por conta da sua participação no campeonato da Confederação Brasileira de Musculação, Fisiculturismo e Fitness (IFBB Brasil), na categoria Wellness, domingo da próxima semana, no teatro Madre Esperança Garrido, em Goiânia/GO.

Ana participou pela primeira vez em Uberlândia, em dezembro

Ana participou pela primeira vez em Uberlândia, em dezembro4

“O coração está a mil, por se um campeonato maior, realizado por uma federação conhecida no Brasil e no exterior. É uma grande oportunidade de crescer no fisiculturismo. Cada vez é um desafio novo”, contou a estudante de enfermagem.

A representante de Araguari se desdobra para correr atrás dos seus objetivos. Seu dia começa por volta de 6h e termina por volta de meia noite, dividido entre treinamentos, curso, família e trabalho. “É o que eu quero, o que escolhi, então tenho que me desdobrar, mas vai dar tudo certo” ressaltou.

A atleta tem oito anos de atividade física, mas iniciou nas competições somente em dezembro de 2018, terminando na terceira colocação, em Uberlândia. O resultado foi um incentivo para continuar competindo.

Nessa semana começou a fazer o processo de hidratação e desidratação, adequação primordial para fazer bonito em sua categoria. “Quero agradecer o apoio da milha filha, das empresas e parceiros que acreditam no meu potencial. Tenho certeza que estou fazendo o meu melhor pela minha carreira e por todos que confiam no meu trabalho”.

Ana Paula, 33 anos, citou uma frase que gosta muito: “Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor com ele você conquistará o mundo”.

FIQUE POR DENTRO

A categoria Wellness é voltada para mulheres que pensam em desenvolver o corpo e alcançar um padrão de baixa gordura e medidas proporcionais, com curvas e traços femininos.

É uma categoria que foi introduzida em competições no Brasil a partir de 2005 e sempre chamou tanto a atenção do público como a de potenciais competidoras, se tornando uma das mais buscadas no fisiculturismo feminino.

A palavra Wellness pode ser traduzida como “bem-estar” para o português. A ideia aqui é cuidar do corpo sem exageros, mantendo uma silhueta com cintura fina e os membros inferiores levemente desproporcionais em relação ao tronco.

Mas isso não quer dizer que o trabalho de quem compete na categoria Wellness é fácil: além de ser preciso uma dieta e treinos regulares, para disputar campeonatos é necessário se atentar a diversos outros critérios, como beleza facial, maquiagem, cabelo e preservação da feminilidade.

Existem duas principais razões que justificam a popularidade da Wellness entre as fisiculturistas. A primeira delas é o público maior: por não forçar o corpo para volumes musculosos que fogem do padrão de beleza feminino imposto pela sociedade, a aparência das atletas dessa modalidade é esteticamente melhor aceita e cativa mais pessoas.

Essa audiência maior faz com que muitas atletas busquem a wellness pela visibilidade ampliada.

E a segunda razão é que em outras categorias de fisiculturismo é preciso atingir uma proporção de membros superiores e inferiores que é menos natural para a anatomia feminina padrão. Na Wellness, o desenvolvimento de coxas e glúteos é mais valorizado e muitas mulheres treinam com o objetivo de aprimorar a região.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: