Domingo, 25 de Agosto de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Escritor araguarino abre espaço cultural com objetos históricos e informativos

sex, 12 de outubro de 2018 05:43

por Carolina Rodrigues

Uma vida de dedicação ao trabalho; assim pode ser sintetizada a biografia do escritor araguarino Edmar César Alves. Com o intuito de expor um pouco da história pessoal e profissional construída ao longo das décadas, em atuação na imprensa e no Batalhão Mauá, foi desenvolvendo um acervo histórico e informativo, com livros publicados, documentos históricos, objetos culturais, painéis, quadros, publicações jornalísticas e outros.

No espaço cultural há um acervo histórico e memorial de realizações pessoais e profissionais do escritor Edmar César Alves

No espaço cultural há um acervo histórico e memorial de realizações pessoais e profissionais do escritor Edmar César Alves

 

Desta forma, foi criado o ‘Espaço Cultural Helena Ferreira’, em homenagem à mãe. O ambiente tem por finalidade “preservar o acervo histórico e a memória das realizações pessoais e profissionais do escritor Edmar César – membro da Academia de Letras e Artes de Araguari, da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, da Academia de Cronistas e Historiadores de Goiás e do Memorial Visconde de Mauá –, além de divulgar e promover a cultura em geral”.

O escritor afirma que é uma exposição abrangente, “mas, no momento, estou dando exclusividade para o Batalhão, a fim de mostrar o trabalho realizado ao longo de 80 anos e preparar para a apresentação da terceira edição do meu livro ‘Batalhão Mauá, uma história de grandes feitos’”. Na próxima terça-feira, dia 16, será feito um café para a imprensa, a fim de apresentar oficialmente o espaço e o livro.

Mas a reportagem do jornal Gazeta do Triângulo se antecipou e visitou o local, repleto de história e informação. Grande parte do espaço está abastado de itens do 2º Batalhão Ferroviário que, em 29 de julho deste ano, completou oito décadas de trabalho voltado para integração do território nacional; várias foram as obras em prol do desenvolvimento do país.

Conforme consta em anais, a unidade militar foi instalada em 1938 na cidade de Rio Negro, no estado do Paraná, “tendo como patrono Irineu Evangelista de Souza, o Visconde de Mauá”. Com o tempo, foi se tornando uma unidade de destaque e, em 1965, teve a sede transferida para Araguari.

A exposição trata de vários pontos da história do Batalhão Mauá. O escritor e atual presidente da Academia de Letras e Artes de Araguari (ALAA) comenta que, devido ao espaço reduzido do local, optou-se pela colocação de banners e cartazes com imagens dos principais fatos ocorridos e das construções de ferrovias, além do protótipo da locomotiva a diesel que chegou em 1967. “Temos alguns outros objetos em exposição e um vídeo contando brevemente a história, através de imagens antigas. A ideia é, futuramente, aumentar o ambiente”.

O local recebeu a visita de quase 300 pessoas, principalmente amigos pessoais, que se encantam com o trabalho detalhado feito pelas mãos do engajado escritor. E, a partir da semana que vem, estará aberto ao público; para fazer visitas, basta agendar horário por meio do telefone 99296-0586 ou mensagem via Facebook www.facebook.com/edmar.cesar.58. Está localizado na rua Paissandu, 975, bairro Santa Helena.

A exibição dos materiais que recordam a história do Batalhão Mauá também tem outro propósito: chamar a atenção para o lançamento da terceira edição ampliada, atualizada e revisada do livro ‘Batalhão Mauá, uma história de grandes feitos’. A solenidade será na próxima sexta-feira, dia 19, às 20 horas, na sede da ALAA. A reportagem irá acompanhar e trazer detalhes da nova revisão proposta pelo escritor, rememorando os grandes feitos em décadas de atuação do 2º Batalhão Ferroviário.

1 Comentário

  1. Sesar Ramos disse:

    Edmar Cesar, pessoa extremamente competente, dedicada e empenhada em tudo o que faz, parabéns meu amigo por mais essa realização.

Deixe seu comentário: