Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Entidades araguarinas são beneficiadas com recursos financeiros por meio de emendas impositivas

qua, 6 de novembro de 2019 05:28

Da Redação

Na manhã desta terça-feira, 5, os vereadores se reuniram em sessão ordinária da Câmara Municipal e, na ocasião, apresentaram suas emendas para o orçamento de 2020, que giram em torno de R$ 4 milhões. O valor das emendas é retirado de uma porcentagem do Orçamento Municipal e deve ser dividido igualmente entre os vereadores. Sendo assim, de acordo com a porcentagem estabelecida, cada vereador tem cerca de R$ 262 mil para utilizar através do orçamento impositivo.

Para os vereadores, emendas impositivas representam o fortalecimento do poder Legislativo

Para os vereadores, emendas impositivas representam o fortalecimento do poder Legislativo

 

A iniciativa visa que o poder Executivo destine 1,2% do orçamento anual. Diante disso, fica estabelecido que a porcentagem seja usada na sua totalidade para o setor da saúde do município, ou que, 50% sejam destinados para a saúde e o restante para o segmento indicado pelos vereadores. Durante suas apresentações, cada parlamentar pontuou a distribuição do recurso, objetivando contribuir com as melhorias em serviços públicos em áreas diversas.

Na oportunidade, várias entidades foram contempladas, como por exemplo, as comunidades terapêuticas; Abrigo Cristo Rei; associações como a Apae – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, Adefa – Associação dos Deficientes Físicos de Araguari; Associação Mãos à Obra; Ascamara – Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis Araguari; além do Grupo Semente Esperança; a Associação Casa de Davi; Casa Taskan; o Núcleo Bezerra de Menezes; bem como, a Associação de Folias de Reis e o Hospital Santa Casa de Misericórdia, que deverá utilizar o recurso para a realização de procedimentos cirúrgicos. Vários outros seguimentos do município serão beneficiados através dos recursos.

Em entrevista, o presidente da Câmara Municipal, Wesley Lucas de Mendonça (PPS) ressaltou que Araguari é uma das poucas cidades de Minas Gerais e do país a ser contemplada com o orçamento impositivo. “Esse é um marco para Araguari, pois, agora é obrigação do Executivo pagar as emendas apresentadas, uma vez que antes os vereadores faziam diversas emendas, alteravam o orçamento e o governo municipal não efetuava o pagamento. As emendas impositivas representam o fortalecimento do poder Legislativo, e, consequentemente, quem sai ganhando é a comunidade.”

Na oportunidade ele também parabenizou o vereador Leonardo Rodrigues da Silva Neto (PP), proponente da lei estabelecendo que as emendas passassem a ser impositivas. “Quero parabenizar o vereador Leonardo, pelo empenho visando a aprovação do projeto de lei. Araguari está numa fase de ajustes e as entidades precisam se organizar e regularizar seus documentos para receber o recurso, lembrando que é necessário a prestação de contas desta verba. Diante disso, estive com representantes do governo municipal e solicitei que seja dada prioridade para a criação de uma equipe técnica da prefeitura para agilizar e orientar sobre esses processos. A administração também demonstrou preocupação quanto à isso, pois, irá facilitar o pagamento das emendas nos próximos anos,” completou.

Desta forma, o não cumprimento do pagamento referente às emendas acarreta em crime de responsabilidade fiscal. O prazo oficial é para que o repasse seja feito até dia 30 de outubro perante a lei. Contudo, para o pagamento das emendas deste ano, o prazo foi estendido até o dia 20 de dezembro.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: