Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Educadores estaduais paralisaram suas atividades nesta quinta-feira

qui, 12 de setembro de 2019 05:55

Da Redação

Acontece nesta quinta-feira, 12, mais uma paralisação total de atividades. De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) os profissionais da Educação estão sendo convocados a participar das atividades, em apoio às reivindicações e negociações junto ao governo do Estado. Além de programações a serem realizadas nos municípios mineiros, também acontece a partir das 14h uma assembleia geral na ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais).

Na ocasião, serão colocadas em pauta as demandas pleiteadas pelos servidores, como por exemplo, o pagamento do Piso Salarial e do Adicional de Valorização da Educação Básica (Adveb); além das promoções e progressões e o fim do atraso e parcelamento de salários pelo pagamento do 13º salário de 2019. A mobilização também é contra a reforma da Previdência e o regime de recuperação fiscal e defende o emprego e as nomeações de servidores aprovados em concursos.

Além da paralisação, será realizará uma assembleia geral na ALMG

Além da paralisação, será realizará uma assembleia geral na ALMG

 

Em Araguari, o SindUTE informou que encaminhou o comunicado de paralisação para as escolas do município e está aguardando a confirmação das unidades de ensino. “A paralisação pretende pressionar o governo estadual a ouvir a classe dos educadores. Assim, contamos com a adesão das instituições do município, pois, esta é uma luta muito importante para os trabalhadores em Educação. Também, enviaremos representantes do Sindicato para a assembleia em Belo Horizonte e as pessoas interessadas em participar podem entrar em contato conosco,” afirmou o diretor da subsede, Sérgio Luiz Peixoto.

Outras informações podem ser obtidas junto ao SindUte situado à rua Aurélio de Oliveira, 575, Centro. Segundo apurou a reportagem, escolas estaduais como o Polivalente, Padre Damião e José Carneiro da Cunha, sinalizaram positivamente sobre a paralisação total das atividades. Nas escolas Professor Antônio Marques, Rainha da Paz e Cesec JK, por sua vez, a paralisação será parcial. Até o fechamento desta edição, as demais instituições ainda não haviam confirmado a adesão.

O diretor do Sindicato ressaltou ainda que as mobilizações resultaram na conquista de oito mil nomeações de concursados. Assim, o governo do Estado publicou o primeiro lote de mil nomeações no dia 29 de outubro, ficando duas mil nomeações para o segundo semestre de 2019. A expectativa é de que mais cinco mil nomes sejam divulgados no primeiro semestre de 2020. “Esta sem dúvida é uma vitória dos servidores, mas é preciso continuar essa mobilização e lutando em prol dos direitos dos educadores para garantir o calendário de convocações e outras demandas que estão sendo reivindicadas.”

A categoria está em estado de greve desde julho. No dia 7, o Sindicato também esteve em luta no 25º Grito dos Excluídos, que aconteceu em Belo Horizonte. Milhares de pessoas ocuparam as ruas da capital e, com o tema “Este Sistema não vale”, a manifestação denunciou os crimes da Vale em Mariana (2015) e Brumadinho (2019). O Sind-UTE/MG também levou a pauta de reivindicações da categoria, lutando pelo pagamento do Piso Salarial, integralização do 13º salário, quitação das férias-prêmio e nomeação de concursados. Além disso, denunciou a política de fechamento de turmas do governo de Romeu Zema (Novo) com a fusão de 225 salas de aula na rede estadual de ensino e a negativa de matrículas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Outras pautas, como a luta contra a reforma da Previdência, os projetos de privatizações e ataques aos direitos do povo brasileiro, a defesa da Amazônia e da soberania nacional, também fizeram parte da manifestação. Protestos ocorrem em todo o país desde o primeiro semestre do ano, em resposta a medidas do governo consideradas abusivas por educadores.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: