Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Duas mortes por afogamento são registradas neste final de semana

ter, 13 de março de 2018 05:16

Da Redação

Na manhã de domingo, dia 11, duas pessoas morreram afogadas na represa do Capim Branco, próximo à estrada do Pau Furado, em Uberlândia; um homem de 38 anos e uma mulher de 24.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros Militar, o casal foi se banhar no local e, em determinado momento, a jovem começou a se afogar;instintivamente, o companheiro tentou socorrer, não conseguindo e sendo também submerso. Testemunhas ainda afirmam que o casal estava brincando quando submergiu.

Bombeiros ressaltam medidas de segurança para evitar acidentes

Bombeiros ressaltam medidas de segurança para evitar acidentes

 

Duas equipes dos bombeiros fizeram buscas no local. As vítimas foram resgatadas a cerca de 15 metros da margem e os militares fizeram os primeiros socorros, posteriormente encaminhando para o Pronto Socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU).

As vítimas não resistiram à parada cardiorrespiratória; no HC foram constatados os óbitos.  De acordo com informações da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), cerca de 17 brasileiros morrem afogados diariamente, sendo 75% em rios e represas. Em Araguari, foram aproximadamente três afogamentos com óbito, tanto em 2017 quanto em 2016. Neste ano, um médico morreu após fadigar em uma travessia pela represa do Miranda.

 

Cuidados em represas

O Corpo de Bombeiros recomenda cuidados para evitar afogamento e a reportagem da Gazeta do Triângulo sempre ressalta estas advertências necessárias para a segurança dos visitantes em represas, rios e balneários. Um dos principais é, caso a pessoa não saiba nadar, entrar na água somente até um limite seguro, que é a altura do umbigo; além disso, não entrar em embarcações sem o colete salva-vidas.

Mesmo assim, os afogamentos não acontecem somente com pessoas que não sabem nadar. Grande parte dos afogamentos registrados acontece devido à embriaguez. Além disso, não é recomendado nadar após a ingestão de grande quantidade de alimentos.

Outras dicas importantes para evitar acidentes são: informar-se quanto à profundidade do local e correntezas; respeitar a sinalização; evitar atravessar de uma margem à outra; evitar brincadeiras como simulação de afogamentos; não deixar crianças entrarem sozinhas na água; e evitar profundidades que ultrapassem a cintura.

Uma recomendação importante é, no caso de presenciar um afogamento, tentar ajudar lançando objetos flutuantes (pedaços de isopor, bolas, garrafas plásticas) ou cordas e galhos que possam auxiliar na retirada da pessoa que estiver se afogando. Pessoas que não sabem nadar não devem tentar socorrer, pois, na tentativa de se salvar, a vítima pode afogar o socorrista. Em todo caso, acione o Corpo de Bombeiros, pelo 193.

 

1 Comentário

  1. O Federal disse:

    Parabéns!!!!!!!!!!!!!!@

Deixe seu comentário: