Segunda-feira, 01 de Junho de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Deputado Federal Zé Vitor é absolvido de acusações sobre ‘caixa dois’

qui, 21 de maio de 2020 00:32

Da Redação               

No início desta semana, o Deputado Federal de Araguari, Zé Vitor (PL), recebeu um parecer favorável mediante uma ação processual no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TER-MG), a qual enfrentava desde meados de setembro de 2019. Na época, o político foi alvo de acusações feitas pelo suplente Felipe Attiê, integrante do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Segundo o PTB, o deputado federal teria omitido algumas despesas e receitas da campanha eleitoral através da contratação de prestadores de serviços, estes presos em flagrante na época (2018). Além disso, o partido também alegou que Zé Vitor teria utilizado uma aeronave para se deslocar entre várias cidades mineiras sem fazer a devida prestação de contas dos voos.

Zé Vitor é um dos deputados que representa Araguari.

Zé Vitor é um dos deputados que representa Araguari.

Desde o princípio, a assessoria de imprensa de Zé Vitor, informou que todos os gastos foram lícitos e devidamente prestados à Justiça Eleitoral. Afirmou também que o legislador estava confiante na justiça e no arquivamento de todas as ações. Ao receber o resultado positivo após meses de espera em processo, o deputado se manifestou feliz e satisfeito, porém, não surpreso, “pois, sempre tive certeza que nossos argumentos eram claros e verdadeiros”, destacou.

Neste sentido, na determinação judicial realizada na última segunda-feira, 18, foram julgados improcedentes os pedidos da Procuradoria Regional Eleitoral do Ministério Público Federal (MPF). A decisão foi unânime entre todos os magistrados envolvidos, incluindo desembargadores, e um procurador.

“Rejeitaram as preliminares de ausência de documentação indispensável à propositura da ação e de reconsideração da decisão que indeferiu diligência e julgaram improcedentes os pedidos, à unanimidade, nos termos do voto do relator”, afirmou o parecer judicial.

Magistrados

Estiverem presentes no julgamento, os desembargadores Rogério Medeiros de Garcia Lima e Alexandre Victor de Carvalho, os juízes Nicolau Lupianhes Neto, Cláudia Aparecida Coimbra Alves, Marcelo Vaz Bueno, Itelmar Raydan Evangelista (federal), Tiago Gomes Pinto de Carvalho e o procurador regional eleitoral Ângelo Giardini de Oliveira.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: