Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Delegado araguarino atua no caso de mulheres assassinadas em Brasília

sáb, 14 de setembro de 2019 05:43

Da Redação

Um homem de 41 anos é suspeito de ser um serial killer em Brasília/DF. Ele confessou ter matado a advogada Letícia Sousa Curado, 26 anos, e a atendente Genir Pereira de Sousa, 47. Um dos delegados que participa desse caso de repercussão nacional é o araguarino Fabrício Augusto Machado Borges Paiva, chefe da 31ª Delegacia de Polícia, situada na região administrativa de Planaltina.

 Delegado Fabrício Augusto ** Divulgação

Delegado Fabrício Augusto
** Divulgação

 

Conforme declarou à imprensa, não estão descartadas as suspeitas de que o homem seja o autor de crimes semelhantes naquele distrito. Para atrair as vítimas, o cozinheiro desempregado se passava por motorista de transporte pirata. O investigado, até agora, assumiu as mortes de Genir e Letícia, funcionária terceirizada do Ministério da Educação (MEC), além do ataque contra uma jovem de 23 anos, que conseguiu fugir do agressor. Ele está preso desde o dia 25 de agosto.

“Buscamos outras ocorrências cujo modus operandi se assemelha muito a esse: pessoas do sexo feminino que desapareceram após serem abordadas em paradas de ônibus. Mas ainda é tudo muito superficial”, afirmou o araguarino.

O delegado Fabrício Augusto é filho de Marina Borges e Ozires de Paiva. Foi aprovado no concurso da Polícia Civil do Distrito Federal, em 2010, sendo considerado o mais novo a ser nomeado como Delegado Chefe-Adjunto do Distrito Federal.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: