Segunda-feira, 01 de Junho de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Data das eleições 2020 continua em debate

qui, 21 de maio de 2020 00:16

Da Redação

 

Demais prazos do calendário eleitoral continuam em vigor.

Demais prazos do calendário eleitoral continuam em vigor.

Nesta terça-feira, 19, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, declarou que a maioria dos parlamentares do Congresso Nacional têm entendimento sobre a possibilidade em definir uma nova data para que as eleições de 2020 sejam realizadas. Ele ainda acrescentou outro ponto em constante discussão dentro deste tema, que é sobre a prorrogação dos mandatos atuais, dizendo que é pouco provável que isso aconteça.

Até então, o primeiro turno das eleições municipais continua marcado para o dia 4 de outubro deste ano. O segundo, caso seja necessário e em municípios com mais de 200 mil eleitores, que não é o caso de nossa cidade, acontecerá no dia 25 de outubro. Em discussões anteriores o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Roberto Barroso, também se pronunciou sobre o assunto, afirmando que caso as eleições sejam adiadas, o ideal é que o pleito seja feito no máximo até dezembro deste ano, mas também destacou a possibilidade de prorrogação dos mandatos.

Em contato com o chefe da 16ª Zona Eleitoral, Fernando Guetti, este declarou que apesar das especulações, não existe nenhuma informação oficial neste contexto, tanto é que as últimas informações relacionadas são de que os prazos do calendário eleitoral serão mantidos. “Por exemplo, o prazo para a feitura da transferência de título, revisão eleitoral ou alistamento que foi em 6 de maio está mantido. O próximo prazo que seria no dia 3 de junho para o processamento desses títulos também está mantido”, ressaltou o chefe do Cartório Eleitoral.

Em entrevista, o presidente do Legislativo, o vereador Wesley Lucas de Mendonça, contou que, enquanto filiado a partido político, trabalha seguindo toda a legislação como se a eleição fosse ocorrer na data de outubro. Mas, afirmou que “é completamente anormal fazer uma campanha no momento”. Em justificava, Wesley Lucas explicou que este período de pré-eleições seria justamente direcionado para fazer a política acontecer através do contato direto com as pessoas.

“Isso seria uma eleição completamente anormal, você tiraria a característica, essa questão do contato físico com as pessoas. Então eu acredito que é impossível você fazer uma eleição sem nenhum tipo de contato, desde as convenções, até as caminhadas e as reuniões. E também eu acredito que teria uma dificuldade muito grande de organização de estrutura pela Justiça Eleitoral”, ressaltou o presidente da Câmara Municipal.

A reportagem da Gazeta do Triângulo também tentou entrar em contato com o prefeito Marcos Coelho para obter uma declaração do Executivo diante do tema. Entretanto, a assessoria do prefeito informou que ele prefere não se posicionar a respeito.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: